Cabra Cega

em

 

Em ano eleitoral, vale apena assistir Cabra-Cega, para conhecer ou relembrar uma parte negra da historia brasileira.
Logo acima do nome do titulo vemos exposto na capa do filme uma frase de impacto: na ditadura, abrir os olhos era mais que uma brincadeira. Cabra-Cega aplica esse termo durante uma hora e meia.
O pano de fundo da historia é os anos 70, durante “Os Anos de Chumbo”, uma das épocas amargas da ditadura militar brasileira.
Na trama, Thiago (Leonardo Medeiros), é um militante, obrigado a ficar confinando dentro do apartamento de um simpatizante da causa, Pedro (Michel Bercovitch), devido um acidente ocorrido num confronto contra a polícia.
Durante seu exilo, Thiago permanece aos cuidados de Rosa (Débora Duboc), militante responsável por sua recuperação. Ambos mantidos financeiramente por Matheus (Jonas Bloch), um dirigente da organização, que trabalha do lado de fora para retornar a luta armada.
A privação da liberdade é o tema central da narrativa, torna-se o espelho do protagonista, uma contradição exposta em seu pensamento revolucionário. A luta pela liberdade, sem ter a liberdade.
Isolado no apartamento e impendido de sair a qualquer custo, ele vive sua própria luta armada mentalmente, exposta, por meio dos seus desvios e tormentos ocasionados pelo barulho externo e interno, o toque do telefone e da campainha atingem o subconsciente, criando lembranças do passado.
No presente o seu drama aumenta a cada instante, sem noticias de fora, sobra espaço para voltar a sentir sensações abandonadas pelo tempo. Como se apaixonar, fazer amigos e sentir o vento.
Por meio dos noticiários da televisão constata que o fim está próximo.
O diretor Toni Ventura e o roteirista Di Moretti, abordam outro lado da ditadura militar, ambos trazem a tona um problema recorrente aos militantes da época, a privação da liberdade
Vale destacara a trilha sonora, reunindo variados sucessos da época, todas interpretadas pela cantora Fernanda Porto, com a participação de Chico Buarque em uma das faixas.
Cabra cega é uma produção nacional de baixo-orçamento, com um bom elenco, que vale apena ser visto.
Ficha Técnica:
Título Original: Cabra Cega
Gênero: Drama
Duração: 01 hrs 47 min
Estúdio: Olhar Imaginário
Direção: Toni Ventura
Roteiro: Di Moretti, baseado em argumento de Fernando Bonassi, Roberto Moreira e Victor Navas
Produção: Toni Ventura
Musica: Fernanda Porto
Fotografia: Adrian Cooper
Direção de Arte: Chico Andrade
Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Barão disse:

    òtima indicação… já fiquei instigado a assistir, procurarei aqui na cidade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s