Cidade das Ilusões

“É um filme sobre um lutador de boxe”, foi o que disse pra minha esposa quando coloquei o filme pra assistir.

Ledo engano, embora se trate de um filme onde os protagonistas são boxeadores, a última coisa da qual o filme trata é boxe.

Já na abertura do filme somos presenteados uma cena estupenda, que já anuncia a decadência que se trata o filme, embalado pelo lamento de Kris Kristofferson cantando “Help me make it through  the night”, a música te convida a ver o que a vida faz.

Jimmy Tully (Stacy Keach) é um decadente lutador de boxe, que perdeu tudo, mulher, dinheiro e fama. Vive agora de trabalhos esporádicos em lavouras da região. Um dia quando está treinando boxe, ele conhece o jovem Ernie Minger (Jeff Bridges), ambos decidem lutar um pouco, Jimmy logo ve potencial em Ernie e o convence a procurar seu antigo treinador.

E se você acha que apartir daí o filme seguirá os moldes dos filmes de boxe, está mais uma vez enganado, logo que temos a primeira luta de Ernie e já somos pegos de surpresa.
No decorrer do filme, vamos aompanhando os dois personagens, hora vendo as tentativas de ascenção de Ernie no boxe, e assim na vida, hora acompanhamos a luta de Jimmy para permanecer em pé por “mais um round” na decência. Assim Jimmy conhece Oma (Susan Tyrrell, que levou um Oscar por essa atuação) como uma senhora tão decadente quanto ele que vive apenas para beber enquanto lamenta sua vida, e que rendará ótimas cenas.

E assim o filme segue, como a vida, com muitas adversidades para que o tão esperado “final feliz” venha logo, até culminar na cena onde Jimmy e Ernie conversam em um bar, onde são servidos por um velhinho, e começam a se perguntar como seria acordar na pele daquele senhor, e deixar ser levado pela vida, seriam eles mais felizes se assim o fizessem?

Se as pessoas acham o máximo ficar compartilhando no facebook a frase do Rocky, sobre a vida ser sobre quanta pancada você é capaz de levar e depois se levantar. Deveriam se permitir conehcer esse filme, pois é justamente sobre isso, a vida não será como você imagina, muitas vezes ela traça pra você um caminho dirteo para o ralo, ela não vai pegar leve com você, deixando pra você apenas duas opções, levantar e tentar apanhar o menos possível, ou desistir da luta.

::: Destaques para a cena após a luta de Tully com Luccero, outro lutador decadente. Após a saída do campeão, Luccero deixa o ginásio pelos corredores, as luzes vão sendo apagadas em sequência, sempre impedindo o espectador de ver o rosto dele.

Quando o projeto Masmorra Classic voltar, bem que poderiam preparar um programa sobre esse filme!

Ano: 1972
Direção: John Huston
Roteiro: Leonard Gardner (livro)
Elenco: Stacy Keach, Jeff Bridges, Susan Tyrrell, Candy Clark
País: EUA
Produção: Ray Stark, John Huston
Fotografia: Conrad L. Hall
Música: Kenneth Hall
Locações: Stockton Memorial Civic Auditorium, Stockton, California, USA

Anúncios

Um pensamento sobre “Cidade das Ilusões

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s