[Mês do Horror] DellaMorte DellaMore com Niia do 101 Horror Movies e Douglas Exumador do Podtrash

Olá ouvinte do Masmorra! O Mês do Horror continua e desta vez trouxemos para vocês o sensacional DellaMorte DellaMore de 1994, dirigido por Michele Soavi. Uma pequena mostra do que o cinema italiano é capaz de nos oferecer!

Angélica Hellish convidou Niia Silveira, colunista do 101 Horror Movies e Douglas Exumador Fricke do Podtrash para um bate papo cheio de excelentes reflexões e muito humor! Não deixem de acessar os blogs dos nossos amigos, fãs do que há de melhor no gênero.

[PODCAST] Halloween Italiano con Molto Terrore e Paura con La Salsa de Pomodoro!

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE – SALVAR LINK COMO

NÃO ESQUEÇAM! OS PODCASTS DO MÊS DO HORROR ESTÃO SAINDO NESSE FEED AQUI

https://masmorracine.wordpress.com/feed/

Acesse e curta as páginas do Facebook: Cine Masmorra

Grupo: Cinema Underground no Brasil e no Mundo

Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Padrim

 

Anúncios

5 pensamentos sobre “[Mês do Horror] DellaMorte DellaMore com Niia do 101 Horror Movies e Douglas Exumador do Podtrash

  1. Excelente programa, com um filme muito bom, dentro da análise semiótica. Parabéns!

    Agora, quanto ao final, devo dizer que, tecnicamente, o Douglas está certo quando diz que o melhor filme de Stephen King é Comboio do Terror. Afinal, é o único filme dirigido pelo próprio King.

    Curtir

  2. Adorei o cast, aliás estão ótimos esse mês, sou muito fã do Douglas e do 101, novamente o masmorra trazendo conteúdo inédito e comentários pontuais sobre obras magníficas do horror.
    Abraço Angélica.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Pingback: Lado B – Setembro de 2017 – Podtrash

  4. Muito bacana o bate papo de vocês! Às vezes a gente assiste umas coisas muito fora da caixa e não tem com quem repercutir, então é legal poder ouvir uma boa conversa sobre.
    Assistir esse trash filosófico é uma parada surreal mesmo. Vai do bizarro ao melancólico, resvalando no humor, na ternura, no amor, na paixão, na crítica social, no existencialismo, na inocência, na solidão..
    Acho muito interessante a cena em que o Gna monta o crânio com facilidade e o desmonta em seguida para que o Francesco não perceba que ele conseguiu resolver o quebra cabeça. Além de mostrar muita sensibilidade e alteridade por parte do Gna (uma vez que ele sabe como aquele desafio é algo que preenche um pouco a vida vazia do Francesco) também pode ter um viés filosófico, já que um quebra cabeça julgado impossível de montar por um personagem visto como normal (no sentido de cognição) é resolvido rapidamente por alguém de mentalidade ultra simples. Pra mim, não é à toa que o elemento escolhido para ser entendido em seus encaixes seja um crânio.
    Obrigada pelo podcast!
    Abraços

    Curtir

    • Obrigada Vivian! Realmente é super chato não ter com quem conversar sobre essas obras tão diferentes e interessantes!
      Muito legal a sua menção à essa cena. Esse personagem é de uma sensibilidade que emociona.
      Anos para conseguir fazer esse podcast e fico feliz demais que você tenha gostado! Muito obrigada e um beijão para ti 😀 ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s