Masmorra à Trois #06 Trilogia do Paraíso

banner-trilogia-paraiso

Em nosso projeto especial sobre trilogias, trouxemos para vocês a visceral Trilogia do Paraíso do diretor austríaco Ulrich Seidl.

Um retrato assustadoramente realista daqueles que são marginalizados, abusados ou simplesmente excluídos ou invisibilizados socialmente. Desconstrói criticamente as relações interpessoais e estruturas sociais que condicionam os cidadãos de seu país.

Paraíso: Amor (Love, 2012), Paraíso: Fé (Faith, 2012) e Paraíso: Esperança (Hope, 2013).
Se concentram em três mulheres de uma mesma família; uma deles viaja para o Quênia para fazer turismo sexual, outra aproveita as férias e se tenta propagar o catolicismo e no terceiro filme, a mais jovem, Melanie, precisa passar o tempo de férias da mãe em um acampamento para perda de peso

O projeto é uma produção de maioria austríaca e  co-produção na Alemanha e França . Foi concebido como um filme, mas depois de uma longa gestação tornou-se três entradas que formam uma trilogia.

Acompanhe o bate papo de Angélica Hellish, Marcos Noriega e a sempre especial participação do nosso amigo do Podtrash Douglas Fricke.

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE – SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 
COLABORE COM O MASMORRA NO PADRIM

Batendo Papo na Masmorra #47 – Penny Dreadful (Series Finale)

Penny Dreadful Banner (1)

Esgrimista, atiradora e especialista em Tanatologia! Ethan Chandler, uma homenagem ao filme Rastros de Ódio! Lobisomen índio, CABELUDÃO!

É isso aí. Voltamos com mais um Batendo Papo na Masmorra para falar de Penny Dreadful, a última temporada, que pegou todo mundo de surpresa.

Angelica Hellish e Marcos Noriega convidaram o amigo Alan Bispo para dar uma recordada nos pontos épicos da terceira temporada.

Trouxemos para você, ouvinte, todas as referências que John Logan colocou em seu belo roteiro, para a nossa apreciação.

Comentamos também as indicações de Penny Dreadful ao Emmy e no final tem erros de gravação simplesmente hilariantes.

PD S3

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE – SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 
COLABORE COM O MASMORRA NO PADRIM

Youtube:

Youtube:

Masmorra à Trois #5 Trilogia Pusher

pusher

Demorou, mas voltamos com o nosso projeto que aborda as trilogias mais interessantes do cinema! O Masmora à Trois.

Angélica Hellish e Marcos Noriega convidaram Maurício Saldanha do Canal Cabine Celular, Filipe Pereira do Vortex Cultural e  Douglas Exumador Fricke do Podtrash para conversar sobre a Trilogia Pusher de Nicolas Winding Refn.

Youtube:

Pusher (1996)Pusher 2 (2004), Pusher 3 (2005)

O mesmo tema é abordado em todos os 3 filmes: o submundo do tráfico de drogas na Dinamarca, sendo todos os personagens figuras ligadas a ele. Traficantes, viciados, suas famílias, enfim, todo mundo que de alguma forma usa ou usufrui do dinheiro gerado pelo tráfico dinamarquês. É muito bacana ver os 3 filmes, principalmente para poder captar as diferentes visões de diferentes personagens inseridos em um mesmo universo característico.

Sente-se à mesa, coma um prato gostoso de Shawarma (?) que o Milo preparou! 😉

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE COM O BOTÃO DIREITO DO

MOUSE – SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567  Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 
COLABORE COM O MASMORRA NO PADRIM

Masmorra cast #53 Filmografias: Fernando Arrabal

masmorra cast 53 640x400

Angélica Hellish e Marcos Noriega convidaram Douglas o Exumador do Podtrash e Emerson Teixeira do Cronologia do Acaso para conversar sobre os filmes do escritor, dramaturgo, cineasta, mestre em Patafísica, o  espanhol Fernando Arrabal.

Perseguido pela ditadura franquista, sua imperdível obra cinematográfica expressa suas angústias pessoais e sua luta pela liberdade. Junto a Jodorowsky e Roland Topor também fundou o movimento Pânico em 1963.

Agradecimentos:

Agradecemos ao Harald Stricker, ilustrador, do podcast Cinéfilos pela voz na vinheta, ao Sérgio Vieira do Podcast Impressões Digitais pela leitura da carta que Samuel Beckett escreveu à justiça espanhola em defesa de Arrabal.  Agradecemos também à Cristine Tellier do Cafeína Literária por traduzi-la do Francês para que essa leitura fosse possível.


Filmes:

Viva a Morte 1971 / Irei Como um Cavalo Louco 1973 / L’arbre de Guernica 1975 / The Emperor of Peru  1982 / Le cimetière des voitures 1983 / Adieu, Babylone! 1992

Mencionados:

Podcast sobre a Alejandro Jodorowsky / Filme de Derek Jarman: Jubilee (1978)

Entrevista no Programa do Jô / Arrabal e o Mineralismo

 

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE – SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

B.P.M. #45 A Bruxa e os monstros.Da espectativa e da falta de educação! #TheWitch

bpm 45 a bruxaVoltamos com mais um Batendo Papo na Masmorra! Nosso podcast de recomendações atualidades.
Dessa vez Angélica Hellish convidou os amigos da Revista Spiral (antigo Vulgo Cult) Thiago Costa e Henrique de Oliveira para conversar sobre o mega “hypado” filme A Bruxa (The Witch) de Robert Eggers  que estreou semana passada e tem levado muitas pessoas ao cinema. E frustrado muitos espectadores que não conseguem se conter.
O filme foi mal vendido?
O que é suspense? Terror? Horror? Você sabe?
Confira como foi a nossa experiência na sala de cinema em um bate papo com SPOILERS.
E, é claro, recomendamos algumas produções cinematográficas. Afinal, o B.P.M. existe para isso!
Grande abraço e até o próximo podcast.

Citamos:

Canal da Revista Spiral – Luz, câmera, Exploitation!
Cronologia do Acaso
O curta Amor,só de mãe.
Haxan – A Feitiçaria através dos Tempos – 1922 Benjamin Christensen
Alucarda – 1977 Juan López Moctezuma
The Blood on Satan’s Claw – 1971 Piers Haggard
Leák – 1981 H. Tjut Djalil
As Bruxas de Eastwick – 1987 George Miller
Viy – A Lenda do Monstro 1967 Konstantin Ershov, Georgiy Kropachyov
Arraste-me Para o Inferno – 2009 Sam Raimi
Las brujas de Zugarramurdi – 2013 Álex de la Iglesia
A Maldição do Demônio – 1960 Mario Bava
O Caçador de Bruxas – 1968 Michael Reeves
A Bruxa de Blair – 1999 Daniel Myrick, Eduardo Sánchez

Texto: Não vá ver “A Bruxa” no cinema!

Vídeo: Terrorama – O Dr. viu –  A Bruxa.

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE – SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

Masmorra Listen #3 O Homem de Palha

 

Masmorra Listen #3

Pelos Deuses! Voltamos com mais um Masmorra Listen. Nosso projeto onde se comenta o filme, e o melhor, toca-se a música!

Angélica Hellish e Marcos Noriega convidaram Harald Stricker do Cinéfilos, Daniel Marcos Martins do Euterpe Despedaçada e Exumacast e Douglas Fricke do Podtrash para conversar sobre o sensacional The Wicker Man (O Homem de Palha) de 1973 direção Robin Hardy, baseado no livro Ritual de David Pinner.  Filme que conta atuações do saudoso Christopher LeeEdward WoodwardBritt EklandDiane Cilento e soundtrank de Paul Giovanni e banda Magnet!

Curtam esse bate papo sobre questões religiosas, dogmas, choque de culturas e boa música!

tumblr_mvt4mldwjk1qh502no1_500

Deviant Art do Harald Stricker

The Wicker Man (1973)  – The Wicker Tree 2010 , Terra Sonora ,  Podtrash sobre O Sacrifício , Texto: A influência pagã no Cristianismo. Podcast Debate Histórico: Malleus Maleficarum – O Martelo das Bruxas.

 

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONECOM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE – SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

Youtube:

Masmorra Cast #51 – Filmografias: Neil Marshall

Conseguimos dar check em mais um podcast

E isso ANTES  de encerrar por aqui! FUCK YEAHHH!!!

Eu Angélica Hellish juntamente com o parceiro de gravação Marcos Noriega falamos da carreira e filmes de um cineasta britânico muito querido: O Neil Marshall.

11056552_1047389705279770_5390168963379678915_n

Já famoso pelas suas contribuições dirigindo episódios emocionantes na série Game of Thrones, Neil Marshall tem em sua filmografia filmes super interessantes onde explora o terror, a fantasia, o épico e ficção científica!

Vale a pena conferir!

Antes de apertar o play, saiba que o podcast tem spoilers dos filmes. Então se você não assistiu seria legal conferir antes de escutar caso você acredite que possa estragar sua experiência cinematográfica.

Os filmes mencionados estão todos disponíveis facilmente aqui abaixo nos links:

Dog Soldiers ( Cães de Caça – 2002 ) Trailer

The Descent ( Abismo do Medo – 2005)  – Trailer

Doomsday ( Juízo Final – 2008) Trailer

Centurion ( Centurião 2010) – —> Torrent Legendado Dual (recomendado)  e Online Dublado –Trailer

Banner de Halan Everson do Blog De Outrora.

Muito obrigada Halan!

Errata: Quando eu mencionei a trilha de Doomsday (Juízo Final) do Tyler Bates queria fazer referência ao filme Extermínio. Não ao Madrugada dos Mortos do Romero como foi citado 😦

Masmorra Play 

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

Masmorra Cast #49 Halloween Britânico: Hora do Chá Com Dois Cubos de Sangue!

cinemasmorra49-banner

Voltando com o Especial de Halloween visitando outros países!

É o turismo DO HORROR!

Barão Bruno Green Shoes de Leicester Square convidou Lady Doubtfire Hellish, Lorde Marcos Peter Lee e Sir Christopher Exumador Cushing para tomar um delicioso chá em sua mansão!

Sente-se, relaxe, sirva-se de chá! E conheça um pouco sobre o maravilhoso cinema de terror britânico!

Onde Vampiros de olhos injetados seduzem e amedrontam belas damas, Motoqueiros Sanguinários se recusam a morrer, Múmias se vingam dos que ousarem profanar seus túmulos, Cientistas Loucos trabalham em seus porões realizando seus projetos profanos,  Fantasmas espreitam nas sombras… Só aguardando o momento certo para destruir a sanidade de muita gente. BUUU Happy Halloween e bom chá com dois cubos de sangue!

Arte maneira do banner: Marcelo Damm

Acesse nicolascage.com.br e também Debate Histórico (ou Exumacast!)

Escute o Podtrash: Trashbattle Crianças do mal

Filmes mencionados: (Está achando difícil localizar? Me chama no Twitter ou no Facebook

Dr Quatermass Xperiment (1957) –  Dracula (1958) – The Curse of Frankenstein (1957) – The House That Dripped Blood (1970)The Woman In Black (2012)Exterminio (2002)A Companhia dos Lobos (1984)Psychomania (1973)The Twins of Evil (1971)The Mummy (1959)  –  Madhouse (1974)The Descent (abismo do Medo- 2005) Um Lobisomen Americano em Londres (1980)Pepping Tom (1960) – The Devils (1971) Inverno de Sangue em Veneza (1973)The Devil Rides Out (1968)Asylum (1972)The Creeping Flesh (1973)Repulsa ao Sexo (1965) – Wichfinder General (1968)The Wiker Man (1973)O Senhor das Moscas (1962)Hellraiser (1987)Midnight Meat Train (2008) –  The Nanny (1965) – Demons of The Mind (1972)Shaun of The Dead (2004)Chumbo Grosso (2007)The World’s End (2013)Burke and Hare (2013) –  Cemetery Man (1994) Os Inocentes (1961) 

Youtube:

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

Projeto "6 Películas Para no Dormir"

 

Como prometido em nossa última leitura de feedback, resolvemos continuar o projeto de publicação da sua opinião, amigo leitor / ouvinte,  em um podcast sobre uma produção estrangeira do gênero fantasia/terror e,  assim,  divulgar para todos os fãs do cinema fantástico a série pouco conhecida e dirigida por grandes cineastas espanhóis ,”6 Películas Para No Dormir”.

O formato do podcast será no mesmo estilo do que fizemos em “Masters Of Horror”, a única diferença é que a duração dos áudios  enviados será um pouco maior, 10 minutos para cada um explicar para os amigos a sua percepção e opinião sobre a obra escolhida.

Acesse os podcasts do projeto Masters of Horror: (acesse a postagens original para ver os colaboradores!)

Parte 1:

Parte 2:


Um casal com um bebê recém nascido se muda para um casarão que acabara de adquirir. É uma estupenda casa antiga mas totalmente reformada, o lugar ideal para começar uma verdadeira vida familiar. O casal instala também um aparato de escuta no quarto da criança. É de última tecnologia. Não só podem escutar a seu pequeno enquanto dorme, também podem vê-lo. Mas muito rapidamente descobriram que nessa casa habita alguém mais. Um filme que não apela para sangue jorrando ou efeitos especiais. Verdadeiro terror mental que não tem que recorrer a artifícios para captar toda nossa atenção. Cria tensão contínua, te prendendo no sofá. 
O primeiro episódio da série. A direção é do cultuado Álex de la Iglesia (de “Crimen Ferpecto”, “El Dia de la Bestia”, “Perdita Durango” e outros).

 ‘LA CULPA’  (Clique para Baixar)

LA CULPA

Ana é uma ginecologista que vive numa pequena cidade e divide o seu trabalho entre o hospital público e o consultório privado que tem em sua casa, onde realiza abortos clandestinos. Quando uma jovem enfermeira e mãe solteira, Glória, vai trabalhar para o mesmo hospital, Ana acolhe-a e à criança, Vicky, em troca de ajuda no consultório.
Mas um rol de acontecimentos estranhos começa a amedrontar Glória.

Para complicar, Glória engravida inesperadamente, vendo-se impelida a abortar. 
De repente, Vicky começa a comportar-se de forma muito estranha, o pânico aumenta, será que estão na presença de algo sobrenatural?

Direção de Narciso Ibañez Serrador

‘CUENTO DE NAVIDAD’ (Clique para Baixar)
CUENTO

Em uma tarde durante o Natal de 1985, em uma cidade típica de veraneio, cinco amigos, ao estilo ‘Goonies’, encontram uma mulher ferida em uma profundo buraco no bosque. Logo descobrem que essa pessoa é uma ladra fugitiva, segundo a polícia e o noticiário da TV, o que os motiva a chantageá-la em troca de sua liberdade. Misturando a nostalgia dos anos 80 (como Karatê Kid ou walkie talkies) com filmes ‘B’ de zumbis, ‘Conto de Natal’  teve a direção de Paco Plaza.

Como curiosidade, a garota da turma é interpretada por Ivana Baquero, que veio se destacar em “El Laberinto del Fauno”.

‘Regreso a Moira’  (Clique para Baixar)

regresso a moira

Alejandro é um escritor idoso e está voltando à pequena vila onde nasceu e oi criado. Chegando lá, Alejandro relembra um momento doloroso de seu passado. Quando criança, conheceu uma mulher misteriosa que vem tentando esquecer desde então. Uma mulher de beleza selvagem, que segundo rumores, tinha caso com um homem e fora condenada pela vila por seu suposto adultério.
Mas Alejandro estava totalmente apaixonado por ela. Ainda hoje, ele está envolvido em suas lembranças, e de repente ele a vê virando a esquina. 
Parece loucura, mas é ela, e ele descobre que a mulher de sua infância, que continua igual quando a viu pela primeira vez~, estava a sua espera…
Direção de Mateo Gil, que tem em seu currículo os roteiros de  Ágora, Mar Adentro e Abre Los Ojos só para mencionar.
‘Adivina Quien Soy?’  Clique para ver o trailer
adivina
Estrella, uma garota de dez anos, vive com sua mãe desde que seu pai morreu quando ainda era pequena. Ela é uma criança alegre e sociável, mas passa muito tempo sozinha em casa. Tempo demais. Estrella adora histórias de fantasia e terror e, para exorcizar seu medo dos “grandes monstros”, ela faz amizade com eles. E eles têm um corpo, falam com ela, vão à escola com ela e a protegem. Um dia, Estrella faz amizade com um novo companheiro: um vampiro… 
Mas será que esse novo amigo é mesmo apenas um amigo imaginário?
Direção de Enrique Urbizu.
‘Para Entrar A Vivir’ (Clique para Baixar)
PARA ENTRAR
Madrid. Num dia de chuva, Clara e Mario deslocam-se de carro para visitar um apartamento. Mais um, pois já viram muitos e ainda não encontraram aquele que realmente desejam. Desde que souberam que iam ter um bebê procuram uma casa um pouco maior mas, desta vez, a agência assegurou-lhes que este apartamento era o mais indicado para o jovem casal.
As primeiras impressões não são as melhores. O apartamento, como todos os outros daquela zona, parece estar abandonado e vazio, com uma atmosfera algo mórbida. Mas são informados que duas famílias já se mudaram para lá, para o primeiro e segundo andares, algo que os tranqüiliza. Sobem ao terceiro andar, entram no apartamento e percebem que fizeram algo que nunca deveriam ter feito. Todo o edifício é uma verdadeira armadilha, tal como a teia de uma aranha que só se vê quando já não se pode escapar. O local ideal para sentirem os piores pesadelos. Dirigido pelo catalão Jaume Balagueró, diretor da franquia REC.

É isso. Contamos com a colaboração de vocês para deixar mais esse registro aqui no Cine Masmorra!

peliculasparanodormir

Procure no Twitter @AngelMasmorra ou no Facebook Angélica Hellish

A seguir, um pouco sobre como foi criada essa produção original da TV espanhola:

Esta série marcou a ascensão de Narciso Ibáñez Serrador à fama .

Ele já havia trabalhado na TVE desde 1963 , dirigindo várias séries anteriores como Estudio 3 e Mañana puede serviços verdad , mas esta foi a obra que o tornou famoso para o público espanhol . Cobriu um gênero , quase desconhecido no cinema ou na televisão espanhola.

A primeira temporada foi iniciada com o capítulo intitulado El cumpleaños ( O Aniversário ) em fevereiro, o quarto de 1966. Foi o único capítulo filmado em 16 milímetros, já que o resto da série foram gravados em VTR . Foi uma adaptação de um conto de Fredric Brown.

O resto da série viu histórias originais escritas por Serrador , como La Alarma (The Alarm) ou La Bodega (The Winery ) ou roteiros adaptados de contos de Ray Bradbury, Edgard Allan Poe e outros, em capítulos como La Espera ( The Waiting Time) , El cohete ( o foguete ) ou El pacto ( The Deal ) , o último adaptado de Poe os Fatos no Caso do Sr. Valdemar . Embora o capítulo mais importante da primeira temporada foi El asfalto ( The Asphalt ), vencedor do Golden Nymph para o melhor roteiro no Festival de Televisão de Monte- Carlo. Foi o primeiro prêmio internacional alguma vez ganho por Televisión Española .

A segunda temporada foi ao ar 1967-1968 e ele só teve 8 episódios : La pesadilla ( The Nightmare ), La Zarpa (The Paw, versão de Paw WW Jacobs do macaco) , El Vidente ( O Vidente ) , El Regreso ( O Retorno ) , El Cuervo (The Raven, episódio especial dedicado a biografia de Edgard Allan Poe ), La promesa ( a Promessa ) , La casa (The House) e El Transplante ( o transplante ) . A série seria abandonado quando Serrador começou a filmar seu primeiro filme de longa-metragem La residencia .

Após o final da segunda temporada , Ibáñez Serrador planejou uma nova série que teria sido intitulado Historias para la noche ( Histórias para a noite) que contêm mais profundo mais contos intelectuais. Um episódio piloto foi feito em 1970, que não seria aprovado. Por isso , ele fez em 1972 um parágrafo especial Historias intitulado El lobo (The Wolf) . Em 1974 , ele iria filmar outra emissão especial , a primeira em cores, intitulado El televisor (o televisor ) . Depois, com o sucesso de Un , dos, tres … responda otra vez e seu segundo longa-metragem , ¿Quién puede matar a un niño? , Ele não iria voltar para Historias para no dormir por anos.

Em 1982, Serrador começa a terceira e última temporada oficial de Películas Para No Dormir , o que só poderia conter quatro capítulos em cores. Os capítulos foram Freddy, El caso del señor Valdemar ( refilmagem de cor de primeira temporada El pacto ( The Deal ) , com os mesmos atores nos mesmos personagens 15 anos depois ) , El fin empezó ayer (The End começou ontem , remake de um capítulo de uma série anterior, Mañana puede serviços verdad ) e El Trapero ( O Junkman ) . Uma vez que o orçamento era muito baixo, todos os capítulos foram gravadas em vídeo , ea equipe só tinha 24 horas para cada capítulo , assim que a qualidade ficou danificado . Esta temporada não teve sucesso e foi cancelada após quatro episódios .

Em 2000, uma nova temporada de Películas Para No Dormir foi anunciada, e como uma prévia , El televisor foi retransmitido como um lançamento por Chicho . Essa visualização seria a única coisa que se sabe da temporada , já que meses e anos se passaram e o projeto nunca foi realizado.

Meses depois, em 8 de Junho de 2001, em uma entrevista no programa espanhol Versión española que era para transmitir o seu filme ¿Quién puede matar a un niño? , Chicho disse que o projeto foi cancelado porque queria novos diretores para cada um dos episódios , porque ele não queria dirigir todos os episódios como ele fez no passado. Como ele não conseguia encontrar diretores interessados no projeto, ele cancelou a temporada.

A série foi lançada em DVD com um pacote de 6 discos . Mais tarde, em 2008, um outro pacote com mais dois discos foi lançado. Apesar disso , a série completa nunca foi lançada em DVD , principalmente porque muitos capítulos são perdidos ou ausentes em cofres da TVE .

Cast TV premiere
La habitación del niño Álex de la Iglesia Javier GutiérrezLeonor WatlingSancho GraciaMaría AsquerinoTerele Pávez,Eulalia RamónCesáreo EstébanezGracia OlayoAsunción BalaguerAntonio Dechent 12.01.2007
Para entrar a vivir Jaume Balagueró Macarena GómezNuria GonzálezAdrià ColladoRuth Díaz 19.01.2007
La culpa Narciso Ibáñez Serrador Nieve de MedinaMontse MostazaElena de FrutosAlejandra LorenzoMariana Cordero 27.09.2009
Cuento de Navidad Paco Plaza Maru ValdiviesoChristian CasasRoger BabiàDaniel CasadellàPau PochIvana BaqueroElsa PatakyLoquillo 25.10.2009
Adivina quién soy[2] Enrique Urbizu Goya ToledoNerea InchaustiJosé María PouAitor MazoEduard Farelo 25.10.2009
Regreso a Moira Mateo Gil Juan José BallestaNatalia MillánJordi DauderMiguel RellánJosé Ángel Egido,David ArnanzVictoria Mora 27.09.2009

Masmorra Maldita #1 – Saló ou os 120 dias de Sodoma

saló

Voltando e estreando nosso novo projeto, o Masmorra Maldita!

Que vai abordar filmes de difícil “digestão” e provar que nada como uma boa conversa e mentes abertas para ajudar a mudar sua opinião sobre um filme, ou (quem sabe?) despertar  a curiosidade em assisti-lo.

Nessa edição Angélica Hellish e Marcos Noriega convidaram o amigo Ivan PD e o filme de estréia foi Saló de 1975 direção de Pier Paolo Pasolini obra que traz inspirações de Marques de Sade e da Divina Comédia e o mais importante: é uma crítica severa a fascismo.
Youtube:

Assista também: Pasolini Prossimo Nostro de 2006 direção de Giuseppe Bertolucci

Vinheta criada por Felipe de Oliveira (Pó de Estante) e Ivan PD

Edição de Diego Pinto ( Cine Desbravador)  e Angélica Hellish

Masmorra no: Itunes, Twitter e Facebook

 

 

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

Quando Você Viu O Seu Pai Pela Última Vez?

Existem fatos ou eventos na vida que deixam marcas, impossíveis de se apagar. Tais eventos são capazes de mudar a maneira como se enxerga o mundo, as pessoas ao seu redor e até a si mesmo. Questionamentos são levantados, como “por que isso aconteceu?”, ou, “tinha que ser comigo?”. Mas não podemos negar que tais fatos servem como aprendizado, crescimento, fazem parte da vida. E o filme que falarei trata sobre isso: as questões que ficam.

Na verdade, o título da obra em si, já é uma indagação, afinal, Quando Você Viu Seu Pai Pela Última Vez? (When Did You Last See Your Father? – 2007).

885_And When Did You Last See Your Father Pic

 

Numa sinopse rápida, o filme trata do relacionamento de um escritor, Blake Morrison, com seu pai, Arthur Morrison. Depois de uma infância conturbada, Blake volta para a cidade onde cresceu para cuidar de seu pai, que está falecendo devido a um Câncer que vem lhe atacando o intestino. Nessa situação, o escritor rememora fatos de sua vida com seu pai, inclusive aqueles que causaram desgaste na relação entre os dois. Blake, aparentemente, depois de tanto tempo e apesar de tudo, ainda não conhece verdadeiramente o homem por trás da figura paterna.

 

O filme é baseado no livro autobiográfico do autor britânico, Blake Morrison, publicado em 1993. Dirigido por Anand Tucker, a obra é forte ao nos apresentar os conflitos entre pai e filho. O diretor preservou a dualidade vivida pelo filho (que agora é pai), em contraste com a personalidade extrovertida de seu pai, em várias cenas bem conduzidas de diálogos dos dois. Blake Morrison é interpretado por Colin Firth, num trabalho firme que já dava demonstrações do que veríamos em O Discurso do Rei (2010). Seu pai, Arthur Morrison, é interpretado magistralmente, pelo ator Jim Broadbent. Ficou explícito que a experiência deste foi crucial, principalmente, nos momentos dramáticos do fim da vida de um homem.

apai

 

Por se tratar de um relato biográfico, o filme nos convida a presenciar a vida do escritor. Mas, apesar disto, a película nos leva para uma auto-análise . O diretor, por exemplo, faz uso de muitos espelhos em cena, refletindo a figura de Blake Morrison, contudo, ao mesmo tempo, numa metáfora, trata-se do reflexo de nós mesmos e de nossas vidas. Blake representa todos nós, nos nossos conflitos com nossas famílias, naqueles momentos difíceis e nos momentos alegres.

 

A obra em si é um esforço dramático que espelha  o relacionamento chave entre Pai e Filho. Nem sempre este relacionamento é pacífico. Acredito que todos nós temos nossas diferenças com nossos pais, apesar de amá-los. Justamente o que ocorre no filme. O filho ama o pai, mas não aceita ou compreende certas nuances que permeiam a figura paterna, inclusive no que envolve a fidelidade.

 

É um bom título para mexer com a nossa consciência. Talvez seja inevitável as comparações pessoais, até porque é a intenção do filme o envolvimento do espectador. Também, dificilmente, dá para segurar as lágrimas, que fluírão mais fortes se, de alguma forma, a obra representar a realidade de quem assiste.

 

Pessoalmente, acredito que “Quando Você Viu Seu Pai Pela Última Vez?” dividirá opiniões. Haverá quem goste e quem não ache o filme lá essa coisa toda. Mas me senti na necessidade de falar sobre ele e de relatar um fato que me impulsionou a assistí-lo.

quando_voce_viu_seu_pai_pela_ultima_vez_2007_g

 

Na verdade, já fazem 2 anos que assisti esse filme, mas só agora consegui escrever estas linhas de texto. Ocorre que, mesmo tendo uma infância feliz com meu pai, mesmo após a separação com minha mãe, depois que cresci e virei pai perdi o contato com ele. Algumas diferenças, que agora confesso que nem me lembro, me deixaram num hiato de pelo menos 8 anos sem contato com ele.

 

Há 2 anos atrás ele faleceu; um fato tão repentino que não deu tempo de me despedir, nem falar nada para ele, principalmente que o amava. Sofri muito com isso, pois diferente de Blake Morrison, não tive a oportunidade de estar presente em seus momentos finais. Hoje, quando me lembro, percebo que não cheguei a conhecer, verdadeiramente meu pai, e talvez, nem ele a mim.

 

Passei 2 dias na sua cidade após o falecimento, revendo meus familiares, velando seu corpo e no sepultamento. Apenas quando voltei para casa, um fato me fez conhecer esse filme e me compeliu a vê-lo. Checando meu e-mail, recebi uma newsletter de um site de filmes com algumas dicas para download. Dentre os títulos me deparei com este: “Quando Você Viu Seu Pai Pela Última Vez?”. E o mais incrível ainda, é que a mensagem chegou na minha Caixa de Entrada na madrugada do dia em que meu pai faleceu. Ironia do Destino? Na verdade não sei.

 

Mas quanto a pergunta que o filme nos faz, de quando o vi pela última vez, posso dizer que ainda não a respondi, pois eu não me lembro. Pesar que levarei para o resto da vida.

 

Mas e você, amigo leitor? “Quando Você Viu Seu Pai Pela Última Vez?”. Corra, não perca tempo.

 

Iêdo Júnior

 

Masmorra à Trois #4 – Trilogia da Guerra por Andrzej Wajda

cine-masmorra-2

Voltando a série Trilogias, Angelica Hellish, Marcos Noriega e Douglas Fricke do Podtrash, trazem para vocês as impressões sobre a  sensacional Trilogia da Guerra dirigida pelo cineasta polonês Andrzej Wajda,  sinônimo de cinema político polonês desde os anos 50.

Wajda iniciou sua trajetória nas telas em 1954, com “Geração“. O filme já apresentava aspectos relacionados à realidade dura de seu país, num enredo sobre um grupo de resistentes que se voltam contra os alemães durante a invasão de Varsóvia em 1942. O longa formou a chamada “trilogia da guerra” com os igualmente fundamentais “Kanal” (1957) e “Cinzas e Diamantes” (1958).

O cinema de Andrzej Wajda transita, dessa forma, entre a estética e a ética, investigando vários meandros e, no processo, transformando tudo em boa arte.

Edição e trilha sonora realizada por Diego Pinto do Cine Desbravador (visite!)

Nossos agradecimentos aos amigos do Randomcast : Valério Gamer pela arte do banner e Mey Linhares por emprestar a bela voz para a vinheta inicial desse projeto.

Divulgue esse podcast. Divulgue bom cinema:

 

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

Masmorra Cast #42 Especial Dia Internacional Da Mulher: “A Fonte das Mulheres”

FONTE

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher resolvemos homenagear as guerreiras falando sobre um filme bem divertido e importante, que levanta muitos questionamentos sérios, mesmo com muita leveza.

Esse filme é “A Fonte das Mulheres” (La Source des Femmes) de 2011 dirigido por Radu Mihăileanu inspirado na peça de teatro grego de autoria de Aristófanes: Lisístrata: A Greve do Sexo (411 a.C) e para esse bate papo Angélica Hellish chamou as simpáticas podcasters Thata Poa do Na Calçada Podcast e Ira Croft do Mundo Freak e PussyCast.

Acompanhe conosco as desventuras de Leila, uma mulher que queria melhorar a situação das mulheres de seu vilarejo, de Velha Fuzil uma sábia senhora de palavras cortantes e verdadeiras.

E saiba que pode ser difícil (mas não impossível) dar um basta numa tradição tão arraigada. Alguém tem que começar.

E pode ser você mulher. Aproveite a metáfora e seja feliz.

Aqui o filme completo no Youtube. Mas recomendamos a versão com legendas pois tem a tradução das músicas cantadas durante o filme.

Youtube:

Banner: André Zuil do Spin off Podcast e Spoiler Cotidiano

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

Atualização de 24/08/2015

Faz um tempão em 2010, eu gravava um podcast só com mulheres.

Falando de tudo, vida, política, direitos da mulher, beleza, saúde, sexo…

O projeto está parado (suspiro) quem sabe um dia volta?

Ainda tenho os podcasts e vou colar aqui pra vocês conhecerem a qualidade do bate papo e revitalizar o tema. Quem sabe consigo agregar novamente essas mulheres maravilhosas e outras mais e um dia esse podcast retorna?

O 1º podcast “Analisando o Dia Internacional da Mulher” não encontro de jeito nenhum, mas ainda estou procurando e se achar coloco aqui (se você baixou na época, nos avise e mande pra gente por favor) vou postar também os banners tão legais que o meu amigo Daniel Ruiz fazia e claro, o nome de todas as participantes do podcast.

Um grande abraço!

Angélica Hellish
mulherada2-

Neste podcast, Angélica Hellish (também do blog Masmorra Erótica), Aldre Lima (Vocalista da Banda Wicked Motor Band), Claudia França, Cafeína (do Bebendo Fumaça), e Polly Ana e Priscila Perez (do Mundo Rod) conversaram sobre a tão rígida Ditadura da Beleza, o perigo dos tratamentos de beleza e os anseios da mulherada sobre esse assunto.
Não perca 71 minutos de um debate preocupado sobre a erotização das meninas e as bizarrices do mundo da beleza e, no fim, os imperdíveis erros de gravação!

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

mulherada3

Neste podcast, Angélica Hellish (também do blog Masmorra Erótica) e Polly Ana debatem, de forma desinibida, a Revolução Sexual Feminina (se é que houve alguma) por causa do mês de aniversário de 50 anos da pílula anticoncepcional.
Não perca 79 minutos de uma conversa muito louca sobre pornô feminista e máquinas de camisinha nas escolas!

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 
BANNER-MULHERADA-4

Mais uma vez a Mulherada se junta pra falar de um tema bem importante:
A insegurança masculina em relação ao tamanho do seu pênis.
O tamanho realmente vai definir uma relação sexual satisfatória?
O que pensamos sobre tudo isso?
Alguns relatos, dicas e muito bom humor!
Nesse podcast, estiveram presentes “B” do site e podcast A Vida Secreta, Cafeína do Bebendo, Daniela Monteiro do Dani Cast, Camis Barbieri e Érica Ribeiro do podcast Seriadores Anônimos e Angélica Hellish do Masmorra Cast.

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

Masmorra no Twitter e no Facebook