Calabouço da Liv #05 – Quem nunca teve Um Dia de Cão?

 

dogday1

Filmes baseados em ‘fatos reais’ são bem frequentes no cinema. Afinal, a vida é bem maluca sem precisar de ajuda, e certos acontecimentos cotidianos parecem já terem saído da mente de algum roteirista criativo. O filme que escolhi para falar hoje é uma dessas histórias bizarras que tinham de virar filmes pelo simples fator absurdo que elas têm.

Em agosto de 1972, John Wojtowicz e Sal Naturale assaltaram o Chase Manhattan Bank, e o que tinha tudo para ser só mais um ato criminoso foi na verdade um acontecimento pra lá de incomum. Tão incomum que a revista Life escreveu um artigo sobre o caso intitulado “The Boys in the Bank” (Os Garotos no Banco), e é a partir deste artigo que o filme Um Dia de Cão (Dog Day Afternoon, 1975) foi feito.

Continuar lendo

Anúncios

Serpico

“Se estes policiais usassem toda a energia que usam em contravenções para patrulhar a cidade, não existiriam mais crimes em Nova York”

Não se fazem mais bons filmes como antigamente, pelo menos não em hollywood! Nunca havia me interessado muito por filmes antigos (sei que estou usando o termo antigo de uma forma um tanto genérica aqui, a mairia desses filmes são da década de 70 em diante, no caso de Serpico 1973 pra ser preciso), o fato de estar acostumado aos ritmos atuais dos filmes fazia com que eu não me cativasse por esses filmes, achava-os muito longos, demorados. Mas a medida que fui conhecendo atores e diretores, e me interessando por seus trabalhos, passei a aceitar esses filmes, e assim a apreciá-los, e sites como o cinemasmorra e podcasts como a série MASMORRA CLASSIC, bem como as dicas dos colaboradores, leitores e ouvintes são os culpados por eu ter descoberto esses filmes.

Uma noite dessas enquanto “zapeava” os canais, parei na TCM, e me deparei com um Al Pacino barbudo, diferente de qualquer outra forma como eu o conhecia, institivamente deixei ali naquele canal, como peguei o filme pelo meio, deu pra entender que ele era um policial, que trabalhava disfarçado, resolvi assistir até descobrir o nome do filme, descoberto isso, resolvi parar por ali, e ver o filme por completo um outro dia.

Serpico trata de um filme baseado no livro de Peter Maas, também baseado em fatos reais. No filme, acompanhamos a trajetória de um policial honesto Frank Serpico, vivido por Pacino, que tem como principal inimigo os demais policiais de seu departamento, pois são corruptos e tentam o tempo todo corrompê-lo, envolvendo o em seus esquemas, e fazendo com que ele fique sujo, mesmo contra sua própria vontade. Assim ele muda de distrito em distrito, trilhando um intrincado caminho pra descobrir em quem realmente se pode confiar dentro da polícia de Nova York.
Continuar lendo