O cão glutão, o coelho carnívoro, o pombo obeso e a chuva de rãs

O diretor Sylvain Chomet é responsável por animações capazes de deixar o camundongo dos Estúdios Walt Disney se roendo de inveja.

Em sua estréia com um longa animado, chegou até a concorrer a Oscar em pé de igualdade com Walt Disney! Como? Com o espetacular “As Bicicletas de Belleville”, de 2003, de estilo visual tão esquisito quanto atraente e que conta com uma das trilhas sonoras mais grudentas da história do cinema! As músicas e as imagens suprem genialmente a ausência de diálogos na hora de contar a história da Senhora Souza, velhinha portuguesa excêntrica que parte numa jornada épica até a cidade de Belleville em busca do seu querido netinho ciclista, um ser atlético/esquelético deformado que foi raptado pela máfia.

Continuar lendo

Masmorra Cast #34 Especial Halloween made in France (com biquinho)

Olha o Dia das Bruxas aí, gente!

E nós não podíamos deixar passar batido, não é?

E dessa vez, chamamos a sua atenção para o terror que vem da França, montado na mobilete, calçando papete e trazendo seu cérebro como recheio do Crêpe Suzette hauhauahua (Mon Dieu!!!)

giphy

Angélica Infernal nos trouxe Haute Tension e Histoires  Extraordinaires, enquanto Tiago “Maligno” Navarro do blog Tarantino Assistiria vem com O Adversário e A Queda da Casa de Usher, Marcos Noriega “Do Mal” recomenda novamente A Invasora e Possessão e Douglas o Exumador do Podtrash e do blog  Anti-Oblívio combate as bruxas e consegue  recomendar Frontière(s) e Zombie Lake (Le Laq Des Morts Vivants – trailer) de 1981.

Continuar lendo

Masmorracast # 25 – Gaspar Noé…Sozinho Contra Todos é Irreversível !


GASPAR NOE


Neste Podcast Angélica Hellish, Marcos Noriega tiveram um bate papo muito interessante com Maurício Saldanha do Cabine Celular, do Mau Blogando (seu blog pessoal) e do Rapaduracast, podcast de cinema do site Cinema com Rapadura. Eles discutiram sobre a vida, sobre cinema alternativo e, principalmente, alucinaram  com os filmes do diretor polêmico Franco-argentino Gaspar Noé. A conversa rendeu tanto que o podcast teve de ser divididos em duas partes. Não percam nenhum minuto e escute agora!

Acessem também:

MasmorraCast no Meu Podcast
Comunidade do MasmorraCast no Orkut
E-mail: contato.cinemasmorra@gmail.com


Promoção “Taverna do Ogro Encantado”

PROMOÇÃO MASMORRA CAST E TAVERNA DO OGRO ENCANTADO

Youtube:

 

Concorra à uma fantástica action figure do Homem de Ferro 2 (clique aqui,para ver a imagem) criando um desenho de divulgação do blog baseado na belíssima obra de Edward Hopper da qual somos fãs! Use essa imagem como inspiração (clique aqui para ver) e solte sua imaginação! Envie sua ilustração para o e-mail: contato.cinemasmorra@gmail.com!
A promoção vale até o final de Junho. Não perca essa oportunidade de expressar seu talento e ser autor da imagem que representará nosso blog!

 

ACESSEM TAMBÉM:

 

Um pouco mais sobre Gaspar Noé (1963)
Em seus filmes o cineasta aborda sexo, violência e vingança.
 
Ficou conhecido no Festival de Cannes (1991) com o sucesso de seu curta-metragem “Carne” (1991), que não é seu primeiro filme, sendo na verdade o curta “Tintarella Di Luna” (1985).
 
Após esses curtas, Noé ficou amplamente conhecido com seu longa  “Irreversível” (2002), que conta com uma cena de estupro de aproximadamente nove minutos, que chocou muitos espectadores pela veracidade e crueldade da cena.
 
Porém, o filme que melhor representa a crueldade filosófica de Noé é “Sozinho contra todos” (I stand alone, em inglês). Pessimismo aliado à crueldade.
O açougueiro, protagonista do filme, e que tem o início de sua história narrado no antecessor “Carne”, é um sujeito com uma lucidez seca e anti-dramática, e com uma carga tão alta de agressividade que só podemos pensar que irá explodir a qualquer momento.
O filme é quase um monólogo da filosofia do Noé recitada pela boca de seu cruel açougueiro.
Ele não poupa o espectador de pensar sobre coisas embaraçosas, como a terrível falta de conexão entre as pessoas.
“Por que, afinal, os filhos mostram amor pelos pais?”, “Pode um pai ser amante de sua filha?”, “O único sentido da vida é foder”, lamenta o açougueiro considerando-se numa fase em que a realização do sexo é cada vez mais difícil.
Estes são os pensamentos centrais desse filme indigesto e imperdível!
Enfim, curtam o que Noé propõe!
Filmografia do Autor (clique nos títulos para assistir os/as trailler/cenas)
Longas

 

Curtas

Clipes de Músicas

 

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO

Masmorra no Twitter e no Facebook