BPM #65 Fantaspoa e recomendações.

Angélica Hellish e Alan Bispo recomendam filmes e séries imperdíveis! Aproveitamos o ensejo para falar sobre o Fantaspoa At Home disponível na Darkflix!

Mencionados: Série Dead Still (Trailer) / Morto Não Fala (trailer) / Pack em HD do diretor John Carpenter / Série Gentleman Jack (trailer) / Fantaspoa (site) / Darkflix  (site) – não perca! vai rolar até dia 02 de Agosto.


Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Padrim
PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE – SALVAR LINK COMO
NOSSO FEEDhttps://masmorracine.com.br/feed/podcast/ Assine  e conheça todos os nossos podcasts

BPM #61 Panos Cosmatos, 1001 filmes, True Detective, Roma e o olhar romântico do colonizador.


Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Padrim

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE – SALVAR LINK COMO
NOSSO FEEDhttps://masmorracine.com.br/feed/podcast/ Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Primeiro Batendo Papo na Masmorra de 2019!

Angélica Hellish conversa com o querido amigo Vinícius Brandão do blog Aquela Velha Onda sobre algumas produções muito interessantes e também sobre como é importante manter a mente aberta e nunca tentar fechar todas as discussões.

E você? O que tem assistido? Curta e compartilhe!

Apoie o Masmorra no Padrim e nos ajude a manter o nosso trabalho.

Mencionados:

Além do Arco Íris Negro (Beyond The Black Rainbow), Under The Silver LakeBom ComportamentoRomaA Nós, A LiberdadeTrue Detective (3ª temporada).

[Texto] Roma e a perversidade colonial, texto de  Ana Flávia Gerhardt, no Plano Aberto.

Paradise Lost: Os documentários que salvaram vidas, texto de Iêdo Júnior.

[Podcast] Halloween na Bolsa do Canguru!

Angélica e Marcos participaram do Podtrash sobre o filme Mandy.

Grand Hotel Podcast: Tom Hardy de pobre. Assine o feed!

Masmorra Cast #63 Naves Espaciais

Olá ouvinte! Fizemos uma pequena pausa depois da correria do mês de Outubro. Mas cá estamos nós, para tratar sobre um tema super interessante onde desbravaremos obras cinematográficas, e para falar sobre NAVES ESPACIAIS!

As mais insólitas, de filmes que merecem e precisam de sua atenção.

Então vem conosco em nossa exploração conhecer o que Angélica Hellish, Marcos Noriega, Harald Stricker e Paulo Elache temos para recomendar!

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE – SALVAR LINK COMO
FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 
COLABORE COM O MASMORRA NO PADRIM

Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Padrim

Acesse e curta: A página no Facebook dos Cinéfilos, onde você encontrará todos os links para download dos podcasts.

PodEspecular, disponível na Kombo Podcasts

Mencionamos: O Masmorra Classic sobre Silent Running

Alguns textos (em inglês) sobre naves espaciais: 10 Naves Espaciais Assustadoras, 15 Naves Espaciais mais excêntricas do Cinema.

Wiki sobre Starship Troopers

 

Calabouço da Liv #09 – Aquela que tarda, mas não falha

seventh-seal-death-on-the-beach.jpg

As pessoas dizem que existe apenas uma certeza nessa vida: a morte. É verdade. Cedo ou tarde ela vai te encontrar. Mas ok, eu não estou aqui pra desanimar ninguém. A verdade é que podemos olhar a morte de uma forma positiva também, afinal, nós sabemos sabe que ela está por aí, então temos que fazer o máximo que pudermos com o tempo que temos, não é mesmo?

Continuar lendo

Calabouço da Liv #01 – Dicas Independentes: Capitão Fantástico e O Universo no Olhar

titl1

[Não contém spoilers]

Alguns filmes são lançados de forma tão tímida que se você não for atento acaba perdendo. É o caso da maioria dos filmes de baixo orçamento, os independentes. Mas vocês já sabem disso. O que eu quero fazer aqui de tempos em tempos é indicar alguns filmes que passam despercebidos pelo grande público, mas que apesar de serem pequenos em produção são grandes em significado e fazem bons sucessos em festivais. Nesse primeiro post vou começar por dois filmes, de certa forma, recentes: Capitão Fantástico e O Universo no Olhar. Os dois longas me emocionaram bastante por razões diferentes, mas ambos focam na complexidade das relações humanas.

Continuar lendo

Walter Khouri, O Mestre da Boca do Lixo.

 

 

Se existiu um cineasta inspirador para o movimento da “Boca do Lixo” – e todos os seus estilos – esse homem foi Walter Hugo Khouri. Nascido em São Paulo (1929), sua produção cinemátografica era O alvo, o modelo a ser seguido por aqueles que no futuro comporiam a turma do Honório Martins (o cara que alugava os equipamentos pra galera da boca).


O cinema de Walter Khouri começa junto com a história dos grandes estúdios, como assistente de produção de Lima Barreto em “O Cangaceiro” (1953), ainda trabalhando pela Vera Cruz.

Mas muito da admiração dos cineastas da boca vinha de sua primeira produção independente: “O Gigante de Pedra” (1953), que foi totalmente realizado e lançado sem o apoio de um grande estúdio, uma tarefa hercúlea nos idos de 53.

Não bastasse o esforço dos cineastas do cinema-novo em rotular o cinema de Khouri como “burguês e alienado”, o impressionante sucesso de Khouri nas bilheterias o consolidou como uma espécie de mestre jedi do “como-realizar”, para a grande maioria dos cineastas da boca.

Claro que o cinema de Khouri das decadas de 50-60, apesar de independente,  ainda não poderia ser considerado “boca do lixo”. Seus cortes – apesar de um pouco mais suaves – ainda podiam ser identificados como um cinema quasi-europeu, motivo pelo qual tornou-se um cineasta prêmiado, com os filmes “Na Garganta do Diabo” (1960) e “Noite Vazia” (1964), filme que foi exibido em Cannes (1965) e que é considerado o modelo do estilo de Khouri, por mais que a influência italiana em seus filmes fosse gritante.

 

O namoro de Khouri com a “boca do lixo” começa no final da década de 60 e inicio da década de 70, em obras como “O Corpo Ardente” (1965), seu episódio da série “As Cariocas” (1966), “As Amorosas” (1967) e por fim “O Palácio dos Anjos” (1970).

Sua filmografia a partir dos anos 70 dilui seu estilo europeu e abraça sem pudores a pornôchanchada, com tantos clássicos que seria difícil de listar tudo em um único post, bastando apenas citar que entre eles estão filmes imperdíveis como “Convite ao prazer” (1980), “Eu” (1986) e a melhor pornôchanchada já filmada: “Amor Estranho Amor” (1982).

 Tremyen participa também da The Dark One Podtrash

E o Johnny voltou da guerra – pelo menos os seus dentes não doem mais!

“Johnny vai à Guerra” (“Johnny got his gun”) é um filme americano de 1971, lançado no auge dos protestos contra a Guerra do Vietnã, dirigido e roteirizado por Dalton Trumbo, baseado no livro homônimo de 1939 (o início da Segunda Guerra Mundial!) de sua própria autoria, estrelando Timothy Bottoms como Johnny, Jason Robards como o pai do Johnny, e Donald Sutherland como Jesus Cristo!  O livro e o filme contam a história de Joe, um jovem comum do interior dos States que abandona família e namorada para defender essa tal da democracia lutando nas trincheiras européias da Primeira Guerra Mundial.  Atingido por uma granada inimiga, ele é mutilado horrivelmente e retorna à patria natal.  Devido à gravidade dos ferimentos, Johnny nunca mais verá sua família e seu primeiro amor, pois foi devidamente escondido num quarto escuro de um hospital militar.  Johnny perdeu os braços, as pernas, os olhos, o nariz, a boca e os ouvidos.  Passa a respirar, comer e fazer suas necessidades fisiológicas por meio de tubos.  Apesar de acharem que ele tem morte cerebral, os médicos das Forças Armadas o mantiveram vivo para estudos científicos.  Os espasmos desesperados de Johnny não são considerados conscientes pelos doutores do mundo exterior, são apenas espasmos musculares de uma massa de carne mutilada e disforme que deve ser apropriadamente sedada. No caso do filme, a partir desse momento acompanhamos a mente dopada do soldado destruído tentando entender a sua situação (com direito a flashbacks surreais) e a sua luta para se comunicar com o mundo exterior.
Continuar lendo

Horror e Medo com o fim do Mundo?

Como é sabido por todos, existem rumores que o mundo explodirá ao término deste ano. Ao menos é o que os Maias escreveram numas pedras por aí e uma galera esquisitona comprou e está revendendo para a humanidade. E muitos trouxas – no sentido Harry Potter de ser – acreditaram e estão esperando que o Reagan e Gorbachev reencarnem num duelo mortal com invasões de plantas carnívoras, regado com terremotos e algumas bombinhas nucleares.

E como a The Dark One Productions adota o improvável ridículo como filosofia de entretenimento – afinal falamos de filmes trash, melhor nós os executamos –  resolvemos compilar para vocês os 5 filmes mais bizarros sobre o fim do Mundo. Então botem para tocar o vídeo do REM e leiam a lista:
Continuar lendo

Latrina Trash #01

Olá leitores, bem vindos a esse canto escuro da masmorra, o lugar perfeito para o cinema de qualidade onde o sangue falso jorra e os erros de continuidade, os defeitos especiais e a canastrice dos atores abundam! A galera dona das chaves cedeu gentilmente este espaço pros seres insanos de The Dark One Podtrash. Sim! Vamos falar sobre os filmes trash. que tanto amamos odiar! É com orgulho que aceitamos este convite do Cinemasmorra para falar sobre o cinema podreira.

Mas “Cinema Trash” é um conceito muito amplo. Nem mesmo a equipe do Podtrash chegou a um consenso – e talvez seja essa a magia do negócio todo. A seguir vamos falar sobre algumas idéias e definições sobre esses filmes tão deliciosamente toscos.

Continuar lendo

Em Busca de Redenção

Poucas vezes o nome nacional de um filme consegue verter exatamente o significado real do Original. E embora haja muita diferença entre Last Ride e Em Busca de Redenção, o filme trata exatamente do que pode ser a última chance que um pai tem de se redimir com o filho. Nesse Road movie, já começamos com o pé na estrada quando somos a presentados a Kev (Hugo Weaving) e Chook (Tom Russell), no entanto não demora muito até você perseber que existe algo de errado nessa família.

Continuar lendo

Filmes que marcaram minha vida #02

Demorou mas voltou! Neste imenso post de vídeos veremos as cenas mais fodásticas recomendadas pelos nossos leitores, vamos dar uma trégua as cenas de gangsteres (parece que só assisto isso não é?), e ver o que você enviou.

Não enviou nada ainda, é fácil! Comente neste post sobre uma cena de um filme que marcou com ferro quente, ao estilo branding (ok, nem tanto…) a sua vida, pode ser sobre qualquer filme. No seu comentário, escreva seu nome, idadecidade aonde reside e o link do vídeo (pode ser youtube, vimeo ou qualquer outro servidor) junto com o comentário sobre o mesmo!

Continuar lendo

Fórum Cine Masmorra no ar!

Saudações viajante! É com orgulho que apresentamos o Fórum do Cine Masmorra! Que entrou no ar ontem, e está apenas esperando sua visita, cadastro e troca de informações! A grande diferença do fórum para este site é que o fórum receberá conteúdo geral relacionados a filmes, séries e afins, e todos podem postar! Conheçam um pouco sobre nossa idéia:

  • Você poderá criar quantos tópicos quiser, para debater com outros usuários
  • Diferente deste site, o conteúdo NÃO SERÁ focado só para o cinema alternativo, então se você quiser comentar sobre Thor, Pulp Fiction ou o que for, sinta-se a vontade!
  • Quer vender aquela sua coleção encostada? Acesse nosso tópico de Classificados!
  • Mostre sua coleção de cinéfilo master no tópico Minha Coleção!
  • Caso não queira falar apenas de cinema, acesse o off-topic, para comentar sobre o que quiser, sem restrições!

Estaremos esperando você lá, faça parte do fórum (que é nosso e de todos vocês) voltado a cinema, compartilhe, comente, crie tópicos, venda, compre, discuta, debata… Acessem lá: forum.cinemasmorra.com.br


Equipe Cine Masmorra

Cenas que marcaram minha vida #01

Como todos amantes da sétima arte, sempre temos aqueles filmes que estarão presentes em nossa memória até o fim de nossas vidas, mais precisamente, as cenas que mais gostamos. Sempre lembramos delas em alguma discussão com amigos sobre o assunto, e esta é a nossa proposta.

Neste post em especial, reservei cinco cenas que filmes que eu gosto muito (na verdade, poderia colocar até mais, mas devido ao espaço tive que deixar muitos de fora), e provavelmente são adoradas por todos os apreciadores deste estilo.

No próximo post, queremos a sua opinião de cenas fodásticas de filmes que você gosta, mande-nos o nome do filme, o link do vídeo e uma descrição sobre o mesmo no nosso e-mail contato@cinemasmorra.com.br ou comente aqui! Que estaremos publicando os melhores indicados! Não esqueçam também de informar seu nome, idade e cidade!

Continuar lendo

Batendo Papo na Masmorra Especial Dia das Mães


Neste dia tão especial, Angélica Hellish e Marcos Noriega recebem na Masmorra Barão membro da nossa equipe, e colaborador do Farrazine e o amigo Emerson do podcast Cultural NOT.

Recomendamos alguns excelentes filmes que tem como personagem, a mãe.
De vários tipos, maneiras e motivações.

Curtam o podcast e comentem!
Um abraço e Feliz Dia das Mães


Arte do banner: Barão


Assine o feed! Copie cole esse endereço no seu navegador: http://feeds.feedburner.com/CineMasmorraPodcast e receba primeiro!

Filmes citados nesse podcast:
Mother (Madeo) 2009 – Dir. Joon-ho Bong
O Garoto de Liverpool (Nowhere Boy) 2009 – Dir. Sam Taylor Wood
Incendios (Incendies)2010 – Dir. Denis Villeneuve
O Bebê de Rosemary (Rosemary’s Baby) 1968 – Dir. Roman Polanski
Jogue A Mamãe Do Trem (Throw Momma from the Train) 1987 – Dir. Danny DeVito
A Noite do Demônio ( Night of Demon) 1957 – Dir. Jacques Tourneur
Não me Abandone Jamais (Never Let me go)- Dir. Mark Romanek
Uma Prova de Amor (My Sister’s Keeper) 2009 – Dir. Nick Cassavettes
Aliens, o Resgate 1986 – Dir. James Cameron

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

Batendo Papo na Masmorra #21 – O mais nerd de todos!


De volta com mais um Batendo Papo na Masmorra e dessa vez com Felipe Nunes do podcast Papo Lendário que recomendou a série Treme, Thiago Siqueira do Rapadura Cast que curtiu bastante a animação Rango e a leitura do primeiro volume das Crônicas de Fogo e Gelo – A Guerra dos Tronos de George R.R.Martin que estreará na HBO, Eduardo Cosso do Destino Poltrona que não teve medo de assistir The Troll Hunter e o Marcos Noriega que se divertiu com o filme Zombie do Lucio Fulci.
Edição feita por Daniel Volponi
Banner por Barão
Citados off topic: Tokusatsu Kaizoku Sentai Goukaiger, Clássicos DC Alan Moore, Animação Superman: Grandes Astros e a HQ do mesmo nome, filme Little Ashes
Abertura da série Treme, citada no podcast.

Podcasts que participamos recentemente:

Edu Cosso esteve no Senpuu Cast, Machina Cast e Radiofobia.
Marcos Noriega esteve no Vort Cast, sobre Darren Aronofsky
Angélica Hellish esteve no Podecash 27 sobre o filme Clube da Luta e no Podcast Cultural Not falando sobre nostalgia ” No meu tempo… “


PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook