Batendo Papo na Masmorra # 57 Hereditário (Com spoilers)

Angélica Hellish e Marcos Noriega conversam sobre o filme Hereditário (Hereditary/2018) primeiro longa do diretor Ari Aster que nos traz uma história angustiante sobre o luto, insanidade e o horror dentro de um núcleo familiar.

Facebook|Twitter|Instagram|Padrim

COLABORE COM O MASMORRA NO PADRIM

Miller´s Crossing – O filme rejeitado dos Coen

Não sou muito fã dos Irmãos Coen, tanto que consigo citar de cabeça apenas uns três filmes deles. Recentemente me deparei com “Miller´s Crossing”, o filme de máfia dos Coen. Como a temática é interessante resolvi assistí-lo em sábado daqueles em que você acorda mais tarde que o costume.

 

Temos ali Gabriel Byrne no papel de anti-herói, é um capanga sagaz do chefão irlandes Albert Finney, eles dominam todo o submundo, lutas ilegais e a venda de bebidas na época da lei seca. Acontece que um capo italiano está em ascenção e começa a fazer oposição ao chefe atual. 

A outra trama gira em torno de um triângulo amoroso entre os personagens de Byrne, Finey e Marcia Gay Harden, essa ameaça sim é que pode trazer o império de poder ao chão.


Ainda vemos no filme John Turturro, como irmão da personagem de Harden, um pilantra covarde, e ainda de quebra vemos Steve Buscemi, de BoardWalk Empire, como um figurão que também está envolvido com a máfia.

As duas tramas passam a se entrelaçar, culminando sempre em execuções na estrada que dá nome ao filme!

Vale muito a pena conferir o filme, se você está acompanhando a tão comentada BoardWalk Empire, confira o mais rápido que puder, como sempre no Brasil, o nome perde totalmente a a fidelidade ao original, aqui saiu com o nome de Ajuste Final, mas não se deixe enganar pelo nome de filme clichê. Ele ainda tem muitas cenas de ação, como a sequência do tiroteio dentro da casa de Finey, e as muitas reviravoltas no roteiro.


A assinatura de tom de comédia, típica dos Coen, fica por conta do desaparecimento da peruca de um corpo abandonado em um beco.