Sessão Descarrego #02 O que tá pegando Gotham?

Voltamos com mais uma Sessão Descarrego! Angélica Hellish convidou os amigos Alexandre Luiz do Cinealerta e Alan Bispo de Araújo para falar sobre a série de TV Gotham. Afinal, o que tá pegando?

Programa engraçadíssimo. Escute com fones!

 


Feed||Twitter|Instagram|Padrim

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE – SALVAR LINK COMO
 http://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 
COLABORE COM O MASMORRA NO PADRIM

Leiam as resenhas de Gotham no Cinealerta.

 

Anúncios

Batendo Papo na Masmorra #39

BPMgrande39

Filmes! Filmes a dar com pau!

Voltamos com mais um B.P.M. O podcast sobre cinema com muitas recomendações de filmes para você que anda em dúvida sobre o que assistir no fim de semana.

Angélica Hellish convidou Bruno Gunter do Podtrash, Alan Bispo do Caralhinhos Voadores e também Daniel M.M. do Euterpe Despedaçada, Debate Histórico  ( também conhecido como Exumacast! ) para falar o que andamos assistindo.

Nossa opinião sobre o como se consome cinema ultimamente e, principalmente,  dar boas risadas!

Youtube:

Vulgar  sem ser sexy! Hammer não morreu, Valeska Popozula – Vida e Obra, Gêmeas do Mal e muito mais.

Comente, compartilhe, acesse os links e seja feliz.

Um grande abraço.

Banner de Barão do Red Baron Blues Blog

Confira também : O Anel dos Nibelungos – Parte IV, O Crepúsculo dos Deuses do Euterpe Despeçada     ( SAIU!!! o/ )

Filmes, Game, Livro e Série recomendada:

Ensaio de Orquestra (1978) – Fellini

Histórias Extraordinárias 1968 – Fellini, Malle e Roger Vadim

Livro: O Mito do Maestro de Norman Lebrechet

Sound of Noise 2010 – Ola Simonsson, Johannes Stjärne Nilsson

Hilary and Jackie  1998 – Anand Tucker

Deus e o Diabo na terra do sol  1964 – Glauber Rocha

Valiant Hearts – The Great War

Twins of Evil 1971 – John Hough

Os Duelistas 1977 – Ridley Scott

Johnny vai a guerra 1971 – Dalton Trumbo

The Quiet Ones 2014 – John Pogue

The Woman in Black 2012 – James Watkins e de 1989 do diretor Herbert Wise

Coherence 2013 – James Ward Byrkit

Snowpiercer 2013- Joon-ho Bong Assista também do mesmo diretor The Host 2006

Elizabeth I – The Virgin Queen 2005 – Coky Giedroyc

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

B.P.M: #28 Vingança Roberta Close Style, Sucker Punch Grego, Coppolinha, Katana Nojenta e Tokusatsu again!

BPM 28

Mais um Batendo Papo na Masmorra com excelentes recomendações,

muito humor e gravado faz um booom tempo.

Neste podcast, tivemos Felipe Nunes do Mitografias recomendando A Pele Que Habito de Almodóvar, Douglas o Exumador chama a atenção para o filme grego Dente Canino, Bruno Gunter comenta sobre o filme do Mestre Takashi Miike Izo, já comentado no Podtrash, Alexandre PimpMAL do BadernaCast não recomenda o filme de Sofia Coppola Um Lugar Qualquer, Ivan nos trouxe uma comédia romântica francesa Os Nomes do Amor, Eduardo Cosso do Internet Discada e Dimensão Nerd finalmente voltou com mais um Tokusatsu, o Gokaiger Goseiger Super Sentai 199 Hero Great Battle Henshin (ufa!)

O podcast tem uns extras, escutem até o final!

Assine no Itunes

Nosso Feed

Banner de Barão

Aviso: Como vocês sabem, hoje começa a 2ª temporada de Guerra dos Tronos na HBO. A partir do próximo sábado começam a sair os nossos podcasts semanais de cada episódio.

Voltaremos a publicar os podcasts temáticos, BPM e afins depois que a série acabar.

Continuar lendo

MasmOscar 2012 – Reações e piadas esdrúxulas em boa companhia!

Marcos Noriega e Angélica Hellish fizeram o  já tradicional podcast gravado durante a transmissão do Oscar ( MasmOscar! )  e lotaram a casa!

Chamamos Flávio Vieira e Rafael Moreira do Vortex Cultural todos fãs incondicionais de Rei Leão!  Edson Oliveira do Dimensão Nerd, Edu Cosso , nosso colaborador e também do Internet Discada , Dimensão Nerd ( e sabe-se lá de quantos podcasts mais!)

Também estava participando conosco o Pablo Grilo, do Gênese Fantástica, do Blog Cem Grilo, nosso colaborador e um homem temível na blogosfera brasileira!

Continuar lendo

Batendo Papo na Masmorra #22 Tatuagem do Wolverine

Depois de um longo inverno,  (influência de Westeros?Argh!hahaha) estamos de volta com mais um bate papo descontraído na Masmorra!

E pra falar do que anda assistindo Angélica Hellish, fã de Abbas Kiarostami fala de seu último filme “Cópia Fiel“, em companhia de Eduardo Cosso um de nossos carcereiros e escriba do Destino Poltrona que se divertiu assistindo “Muita Calma Nessa Hora”Pablo Lopes do Bar do Nerd, que fala da importância do Wolverine em sua vida e recomenda o filme “Fúria Sobre Rodas“, Godiless do Meia Lua X que corajosamente recomenda o terror “Dorothy Mills

>>> Assuntos comentados off-topic:

  • Livro – A Batalha do Apocalipse de Eduardo Spohr
  • Animação – Thor & Loki Blood Brothers
  • Filme – “Mistério das duas Irmãs” que perde feio para seu original “Medo
  • Filme – Mandando Bala
  • Filme – As Duas Vidas de Audrey Rose
  • Dúvida – O que é um Mockbuster? Saiba aqui
  • Blog – A Privada Cult

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

Batendo Papo na Masmorra #20 – Flashpoint, Bronson, Hiroshima e Nagasaki


Vamos lá!
Mas um Batendo Papo na Masmorra no pedaço!
E dessa vez só com os masmorreiros!
Edu Cosso do Destino Poltrona falando do interessante filme Chinês de ação Flashpoint, Marcos Noriega que por indicação do brother Rod Reis assistiu o terrível e hilário Bronson e Angélica Hellish que numa noite insônia, trocou o sono pelas lágrimas assistindo Clarão, Chuva Negra – A Destruição de Hiroshima e Nagasaki.
E você? O que andou assistindo?Comenta aí!
Citados off topic: O Bom, o Mau e o Bizarro, Sukiaki Western Django, Banana Joe,O Profeta, Os Últimos Passos de um Homem,Anime Gen Pés Desçalços, Radio Bikini, Chuva Negra – A Coragem de uma raça, Túmulo dos Vagalumes e o live action Clique aqui!
Links interessantes: Texto sobre o anime Gen Pés Descalços, por Pablo Villaça, Quadros pintados pelos sobreviventes das bombas de Hiroshima e Nagasaki Clique aqui.

 

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

MR VAMPIRE – Pare tudo que está fazendo, abra a janela da sua casa e grite bem alto: “Ricky Lau é o cara!”

 

Isso! Grite sem medo! O quê? Você não tem a mínima idéia de quem seja Ricky Lau? Nem eu tinha, até conhecer sua obra seminal, o filme chinês “Mr. Vampire” de 1985. E quando terminei de assistir, a vontade foi essa mesma de sair gritando aos quatro cantos o quanto o filme é genial e divertido!

Mr. Vampire começa mostrando o dia-a-dia de um templo chinês onde o monge taoísta, Mestre Kau (Lam Ching Ying, que praticamente alcançou o estrelato e reprisou o personagem nas continuações e em diversos filmes) está tentando desfazer uma confusão causada pelos seus alunos: Man Choi (o hilário Ricky Hui, que iria flertar com o sobrenatural novamente em “A Farra do Demônio” de John Woo!) e Chou (o talentoso Chin Siu Ho).
Pois os energúmenos conseguiram acordar um bando de vampiros/zumbis chineses que estavam dormentes e arrumam uma confusão no templo.
Antes de prosseguir, apague todas as referências de vampiros e zumbis que você tem! Nada de zumbis antropófagos que se movem lentamente como os dos filmes de George Romero ou aqueles vampiros aristocratas dos livros de Anne Rice. Os vampiros/zumbis chineses usam roupas da dinastia Manchu, têm a pele pálida e se movimentam com os braços esticados e dando saltinhos!
Mas nem por isso deixam de ser perigosos! E olha que eles são bem fortes! E lutam kung fu!

Na China eles não são chamados de vampiros ou zumbis e sim de Jiang Shi. Esses tais vampiros/zumbis têm uma aparência monstruosa, e transformam em Jiang Shi qualquer pessoa que matem seja através de suas longas unhas azuis ou por mordidas.
E detalhe interessantíssimo é que não enxergam, mas conseguem encontrar os humanos seguindo a respiração destes (o que gera diversas gags engraçadíssimas durante o filme)
Após a crise do templo estar solucionada, mestre Kau é contratado por um figurão local, o Sr. Yam (Ha Huang) para realizar um re-enterro de seu pai, pois há uns vinte anos um vidente disse ao tal figurão que o pai deste deveria ser enterrado num caixão em pé, pois isso iria trazer grande sorte e prosperidade na vida e nos negócios da família.
Mas como aparentemente a dica do vidente não deu certo, e com sua família indo à falência, Sr. Yam contrata o Mestre pra fazer o tal ritual para desfazer assim o “mal olhado”. Mas ao abrirem a sepultura do falecido, todos se assustam ao constatar que o morto estava semi-transformado em vampiro com unhas grandes e com o rosto pouco deteriorado apesar dos vinte anos de sua morte. Mestre Kau decide levar o corpo para o templo pra tentar “exorcizá-lo” do mal. Só que em como todo bom filme fantástico o tal vampiro escapa e arruma um escarcéu durante todo o filme!


O tal vampiro então vai atrás de seu “filho”, Sr. Yam e o mata. Devido a uma série de mal entendidos quem acaba sendo preso é o mestre Kau e na cadeia, prepare-se para a criativa e hilária seqüência de ação e comédia protagonizada pelo mestre Ko, seu discípulo Chou, e do incompetente delegado (o engraçadíssimo Billy Lau) ao se depararem com o cadáver renascido do Sr. Yam. Essa seqüência deveria figurar em uma das mais engraçadas, criativas e originais do Cinema!


Após darem cabo do ressurecto Sr. Yam (o único jeito de matar jiang shis é os queimando, lembrem disso caso encontrem algum por aí…) , e com o mal entendido resolvido e o mestre Kau solto

Os humanos decidem caçar o tal vampiro e o acham na casa da filha do Sr. Yam, Ting-Ting (a gatinha Moon Lee que se tornaria estrela dos filmes de pancadaria e aqui está novinha e fazendo um papel sem ação). Quem está lá “protegendo” a filha do Sr. Yam e por tabela “neta” do tal vampirão assassino é o não menos incompetente Man Choi. Após uma breve luta com o vampiro, Mestre Kau e Chou o acabam derrotando fazendo-o fugir para a floresta, mas Man Choi foi mordido e em breve poderá se tornar um jiang shi!


Paralelamente a isso há uma subtrama de uma fantasma (a bela Pauline Wong) que durante uma noite decide atormentar Chou e o acaba enfeitiçando para que ele a ame. A apresentação da fantasma no filme é memorável! Ela está viajando naquelas “arcas” sendo carregada por quatro espíritos de rosto branco e bochechas vermelhas que cantam uma canção ótima que gruda na cabeça que é uma beleza (inclusive a tal canção foi indicada ao “Oscar” chinês de melhor canção na época).
A bela Fantasma aos poucos vai enfeitiçando Chou, até que mestre Kau percebe e decide por um fim nisto, já que a fantasma estava drenando energia do rapaz aos poucos. É aí que Mr. Vampire traz mais uma seqüência memorável: a luta da fantasma e de mestre Kau! E não exagero,é uma verdadeira AULA de Cinema!
Uma seqüência inteira com efeitos especiais feitos em sua maioria por cortes de câmera, e novamente do jeito mais louco que poderíamos imaginar. Em tempos de cineastas preguiçosos que usam CGI a torto e a direito até pra fazer uma folha de papel voar, ver essa seqüência como a de Mr. Vampire feita de modo artesanal (e com resultado perfeito) é de fazer abrir um sorriso no rosto.



Mr. Vampire é um daqueles filmes que, pelo menos pra mim, me deixa feliz durante uma semana e me faz sempre colocá-lo no DVD pra rever as melhores cenas. Mesmo que não seja o primeiro filme chinês a misturar terror, comédia e artes marciais, Mr. Vampire foi um dos mais populares.
Foi produzido por Sammo Hung que cinco anos antes tinha estrelado o também clássico Encounters of Spooky Kind (ou Spooky Encounters) que também trazia feitiçaria, zumbis e fantasmas, mas nada tão louco e anárquico como em Mr. Vampire. Mas em termos de comparação Mr. Vampire foi muito mais bem sucedido nas bilheterias do que Spooky Encounters, tanto que gerou 4 continuações e vários filmes “bastardos”, ou seja, continuações não-oficiais que surgiram pra abocanhar essa fatia do mercado que adorou a mistureba de artes marciais e fantasmas.
O ator Lam Ching Ying (infelizmente falecido em 1997, de câncer no fígado) inclusive atuou nas seqüências e em vários desses filmes bastardos, sendo que quase sempre como o mesmo tipo de personagem. Os produtores trocavam o nome do personagem mas a caracterização era a mesma. Cabelos grisalhos, “monocelha” e vários apetrechos para caçar fantasmas e rituais dos mais bizarros possíveis.
Essa é uma das coisas mais legais de Mr. Vampire, os diversos rituais e “mandingas” do mestre Kau para acabar com os fantasmas e vampiros. São rituais curiosíssimos e muito criativos que só deixam o filme mais legal. Por exemplo para combatê-los pode ser com feitiços escritos com sangue de galinha numa folha de papel ou ainda com uma espada feita de moedas e “energizada” com a luz da lua, ou ainda com o baguá (aquele espelho taoísta), dentre outros feitiços. E se vocês estão cansados das regras para derrotar os fantasmas e vampiros ocidentais, Mr. Vampire será uma surpresa pois apresenta a riquíssima mitologia chinesa.



O diretor Ricky Lau não se livrou do estigma de kung fu+fantasmas e a maoria de sua filmografia é de filmes nesse estilo (o que me deu vontade de colecionar toda a filmografia do sujeito). Além das seqüências de Mr. Vampire ainda tem a segunda parte de Spooky Encounters. A excepcional coreografia de lutas ficou a cargo do ator Lam Ching Ying e do veterano Yuen Wah (para a nova geração ele pode ser visto como o dono da vila em “Kung FuSão” de Stephen Chow) que inclusive interpreta o vampiro.
Não preciso dizer que essa maravilha nem sequer deu as caras no Brasil. O único jeito de conseguir é importanto o DVD que está até bem barato, uma média de 9 dólares nos sites internacionais do ramo. Mas, se tiver paciência pode ver o filme completo pelo Youtube dividido em diversas partes. Então não perca tempo, se quiser passar uma hora e meia se divertindo com um dos mais memoráveis, criativos e loucos filmes fantásticos chineses arrume agora Mr. Vampire! E não se esqueça de dar aquele gritão da janela após assisti-lo.
Texto de Bruno C. Martino do site Boca do Inferno

MR. VAMPIRE (Geung Si Sin Sang, Hong Kong, 1985). Duração: 96 minutos.
Direção: Ricky Lau
Roteiro: Ricky Lau, Chuek-Hon Szeto (Roy Szeto), Barry Wong, Ying Wong
Fotografia: Peter Ngor Trilha Sonora: Melody Bank
Produção: Mun Kai-Ko
Produção Executiva: Sammo Hung Fotografia: Peter Ngor
Trilha Sonora: Melody Bank
Direção de Arte: Sai Kan Lan
Efeitos Especiais: Jap-hung Chan, Wai-kok Dun
Edição: Cheung Yiu Chung
Elenco: Lam Ching Ying (Mestre Kau); Chin Siu Ho (Chou); Ricky Hui (Man Choi); Moon Lee (Ting-Ting); Billy Lau (delegado Wai); Pauline Wong (Jade/Fantasma); Anthony Chan (Mestre Taoísta), Yuen Wah (Vampiro), Ha Huang (Sr. Yam), Wu Ma (Vendedor de Arroz)

Ator Christopher Lee vai lançar álbum de heavy metal sobre Carlos Magno:


O veterano ator britânico Christopher Lee, conhecido por interpretar o personagem Saruman na saga cinematográfica “O Senhor dos Anéis”, lança no dia 15 de março um álbum de heavy metal sinfônico sobre Carlos Magno, um de seus antepassados.

Lee fez o anúncio por meio de um vídeo no YouTube, no qual dá detalhes da ambiciosa produção escrita e composta pelo italiano Marco Sabiu, que criou uma obra com vários atos.

No vídeo, Lee descreve o som do álbum “Charlemagne: By the Sword and the Cross” como “metal sinfônico” e admite sua surpresa por ter descoberto uma nova habilidade ao gravar o disco.

“Acho que em março, quando sair, vai ser sensacional”, diz o ator de 87 anos.
As gravações disponíveis no YouTube mostram que o álbum de Lee é uma superprodução de tons operísticos na qual a voz do ator interage com uma orquestra, um coro e outros vocalistas profissionais.

Lee assegura ser descendente por parte de mãe do rei dos francos e imperador da Europa ocidental, que viveu entre os anos 742 e 814.

“Há muitos personagens neste álbum. Muitos. Há o próprio Carlos Magno, que eu interpreto, e um Carlos Magno mais jovem, o pai, o irmão… até o papa”, relata pausadamente em YouTube.

“Estou fascinado com o fato de que neste ponto da minha vida as pessoas comecem a me ver como um cantor de metal”, diz em outro momento da declaração.

Em 2006, Lee lançou o álbum “Revelations”, com versões para clássicos como “My Way”, de Frank Sinatra.
Folha Online

Masmorracast # 12 – Ficção Científica

Chegamos à 12º edição do Masmorracast, audaciosamente indo aonde nenhum homem jamais esteve…
Desta vez, Angélica HellishDaniel Ruiz e Marcos Noriega encontram alienígenas, andróides, mutantes e outros seres fantásticos enquanto abordam o passado,o presente e o futuro da ficção científica no cinema.
Ao infinito… e além!

Nossos emails : contato.cinemasmorra@gmail.com

Desde que o cinema começou,encontra-se a ficção científica em filmes.
Autores de livros que causaram a curiosidade e a imaginação do mundo sobre temas déssa natureza,como H.G.Wells ou Júlio Verne,chamaram também atenção dos autores da mídia.
Orson Welles,como radialista,aterrozirou toda a população de Nova Iorque,interpretando no rádio a história do livro Guerra dos Mundos de H.G. Wells,
onde grande parte da população acreditou estar mesmo sendo invadida pelos marcianos. Alguns dos livros desses autores foram interpretados no cinema em preto e branco,como:Viagem ao Centro da Terra,Da Terra à Lua,A máquina do tempo,O Homem Invisível,Vinte Mil Léguas Submarinas,A Ilha do Dr. Moreau etc

Outros ainda desde o Cinema Mudo,como o clássico King Kong,embora nesse caso haja uma classificação como gênero Cinema Fantástico,já que o tema não decorre propriamente de especulação científica.

Também os marcianos foram mostrados em diversos filmes americanos dos anos 30 e 40, continuando com o medo de invasão espacial,surgido desde que foram observados pelos telescópios os famosos canais de Marte.
Nos dias atuais os filmes do género estão entre os que alcançam maior índice de bilheteira, demonstrando ainda a fascinação das pessoas sobre o que está por vir,ou ainda,sobre o que é pura fantasia,como em E.T. ou Guerra na estrelas,O Exterminador do Futuro,De Volta para o Futuro ou episódios de Jornada nas E.strelas

O conhecimento científico avançando cada vez mais, atualmente, mostra uma fronteira cada vez mais larga sobre o que podemos construir em matéria de ficção científica,deixando uma gama ilimitada de temas das quais podem ser criados filmes
que especulam sobre o futuro se mostram entre os mais rentáveis, é de se esperar que vejamos cada vez mais o tema sendo explorado pela televisão e cinema.

É interessante observar os temas dos filmes mais populares de ficção, que em geral mostram os anseios e os receios de determinada geração em função de novas tecnologias ou descobertas científicas.

NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

PARA FAZER DOWNLOAD CLIQUE AQUI COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E SELECIONE SALVAR LINK COMO

Masmorra no Twitter e no Facebook