VÍDEO [Mês do Horror] Sobre curta metragens – Análise de 3 curtas.

Trouxemos o Masmorra Play para o Mês do Horror! Angélica Hellish, Marcos Noriega e Douglas Fricke do Podtrash bateram um papo recomendando curtas metragens interessantes, fizeram uma análise sobre o potencial de consumo de conteúdo excelente no Youtube, e deram o play juntos em 3 curtas selecionados: Cargo (2013) Ben HowlingYolanda Ramke, Harpya (1979) Raoul Servais e Cured (2016) Jesse BurksEric England.

SUBSCREVA O CANAL DO CINE MASMORRA 

CANAL DO PODTRASH

Mencionados: Amor, Só de MãeCanal do TropfestCanal  CryptTV –  Deep 6Live Together Die AloneWaterborneCanal de David Firch –  AlexiaDummyPõrguAftermath –  Quay Brothers –  Curtas de Jan Svankmajer – One PleaseLa Boca Del Leon 

Acesse e curta as páginas do Facebook: Cine Masmorra

Grupo: Cinema Underground no Brasil e no Mundo

Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Padrim

Anúncios

I´m Here

Esse é um curta do mesmo diretor de “Onde vivem os monstros”, e foi citado no “batendo papo na masmorra #0007”. 

Acontece que apenas ler ou escrever sobre o filme,é pouco, pois a trama pode parecer “boba” ou “simplezinha” demais.

A história contada por Spike Jonze, precisa, além de assistida, ser sentida. O curta transborda sentimentos, e isso nos é passado através de personagens que, em suma, são máquinas (ou deveriam ser) mas que expressam muito mais emoções dos que os humanos que aparecem na trama.
Acompanhamos alguns dias da vida do robô bibliotecário Sheldon, que vive sua rotina diária casa-trabalho-casa, no entanto, ele vive tentando quebrar essa rotina, até que um dia ele conhece Meredith, outra robô por que logo se apaixona, e de uma forma muito particular ele nos mostra o que é estar apaixonado e realmente amar alguém.


E é só isso, falar além disse é estragar o resto do filme.

Você pode ainda ver o curta completo no site oficial