[Mês do Horror] Antologias com Pensador Louco

All Hail! Voltamos com o nosso podcast do Mês Do Horror!

E desta vez, Angélica Hellish conversou com o Pensador Louco, do Teatro Escuro do Pensador Louco, para indicarmos algumas antologias de respeito!

Não deixem de conferir o blog e podcasts do nosso convidado!

Mencionados: Kwaidan, As Quatro Faces do Medo (1964), Dead of Night (1945), As Três Máscaras do Terror (1963), Peur(s) Du Noir (2007),Três Extremos (2004) e Três Extremos 2 (2002),  Histórias Extraordinárias (1968), Asylum (1972), V/H/S (2012), O Teatro do Bizarro (2011), Contos do Dia das Bruxas (2007) , XX (2017), ABCs da Morte (2012) 

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE – SALVAR LINK COMO

NÃO ESQUEÇAM! OS PODCASTS DO MÊS DO HORROR ESTÃO SAINDO NESSE FEED AQUI

https://masmorracine.wordpress.com/feed/

Acesse e curta as páginas do Facebook: Cine Masmorra

Grupo: Cinema Underground no Brasil e no Mundo

Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Padrim

 

Anúncios

[Mês do Horror] Calabouço da Liv #12 – Terror Em Dose Dupla

maxresdefault

Como vocês sabem, Outubro é o Mês do Horror aqui no Masmorra! Além dos diversos (e excelentes) podcasts sendo lançados, eu também farei alguns textos com essa temática. E para começar com pé direito (ou esquerdo?) eu decidi falar de filmes de terror/suspense com gêmeos sinistros.

Antes de tudo, quero deixar claro que não acho que gêmeos na vida real sejam sinistros! Mas já que o cinema de terror gosta de explorar esse tema eu vou aproveitar e listar 5 filmes assustadores com gêmeos bizarros!

Continuar lendo

No aniversário do Mestre King, vamos indicar podcasts sobre suas adaptações cinematográficas e livros? VAMOS!

 

Desde sempre, (desde que eu comecei a escutar podcasts, pelo menos) eu não resisto a um podcast que trate da obra do Mestre Stephen King. Basta aparecer algum nas redes sociais, e não importando se o feed se encontra assinado no meu app, lá vou eu assinar (ou atualizar) para conferir o que estão comentando sobre alguma obra do King.

Esse ano It (A Coisa) estreou nos cinemas e independente dos nossos receios anteriores, a sua estreia fez sucesso e vem agradando muitos fãs, que, como eu, sempre irão conferir as suas adaptações para o cinema ou tv. Não importando se é para falar bem ou mal. Nós simplesmente não resistimos.

Aqui no blog, falamos recentemente sobre o Mestre King, suas obras favoritas e também a adaptação de The Mist ( O Nevoeiro)  para uma série que se encontra disponível na Netflix, neste podcast aqui.

Mas, em honra ao aniversário de 70 anos do Mestre (eu coloco “M” maiúsculo sempre!) King, vou publicar uma coletânea com links de podcasts que tratem de sua biografia, obras ou que explorem de alguma maneira o universo criado por ele!

Um brinde Mestre! Mas sem exageros.

Nós te amamos. Vida longa.

Angélica Hellish

  • O 101 Horror Movies fez uma análise muito legal também. Leia aqui.

Podcasts / Data de Publicação / Clique no nome para redirecionar 

  • Podtrash (Vários, Tag Stephen King, Carrie, O Sobrevivente, Colheita Maldita, O Comboio do Terror)
  • Sexta Meia Noite (Vários, Tag Stephen King, Biografia, O Cemitério Maldito, Colheita Maldita, Louca Obsessão, It, O Iluminado)
  • Masmorra Cast #59 The Mist ou como tem coisas do Stephen King que não são legais!
  • Cinema em Cena: Especial Stephen King – 05/12/2013
  • Rapadura Cast: Stephen King no Cinema e It A Coisa 17/09/2017
  • Stephen King BR: (Tag Podcast, Análise das obras) com a minha participação. Jan/ Fev 2013
  • Pipoca e Nanquim: Stephen King  – 03/01/2011
  • Pow de Cast: Contos e obras e o Multiverso de Stephen King 14/03/2017
  • Jovem Nerd: O Obscuro e Iluminado Stephen King 21/03/2014
  • Cine Alerta: Adaptações de Stephen King – 09/02/2016
  • PapriCast: Stephen King, o Mestre do Terror
  • Toca o Terror: Stephen King – 09/12/2012
  • Iradex: A Broderagem Psicodélica de Stephen King – 12/08/2014
  • Ouija Podcast (Boca do Inferno): Stephen King – 21/09/2015
  • Ghost Writer: A vida e obra de Stephen King (programa em duas partes) – 24/10/2012
  • Filmes e Games: As adaptações e obras de Stephen King – 07/09/2017
  • Podcast Filmes Clássicos: Um Sonho de Liberdade – 15/09/2015
  • Grifo Nosso: O Iluminado – 08/12/2010
  • Leitor Cabuloso: A Coisa – 31/10/2016

Batendo Papo na Masmorra #37 Penny Dreadful

BPM-Banner-1

Vampiro! Lobisomen! Monstro de Frankenstein! Dorian Gray e muito Tumbalacatumbatumbatá!

Voltamos com mais um BPM!

Angélica Hellish, Marcos Noriega, Ivan PDSamir Saif conversaram sobre uma série cuja temporada terminou recentemente! Penny Dreadful.

Penny Dreadful é uma série de terror e fantasia exibida nos Estados Unidos pelo canal Showtime e no Brasil pela HBO. Foi criada por John Logan e produzida por Logan e Sam Mendes.

A série entrelaça as origens de vários personagens famosos literários de terror como o Dr. Victor Frankenstein, Dorian Gray, Jack o Estripador e Drácula, que espalham sua monstruosa alienação na Londres da época vitoriana.

O título se refere aos Penny Dreadfuls, publicações de ficção e terror que eram vendidas na Inglaterra do século 19. Por serem histórias que custavam um centavo, tinham como apelido “centavos do terror” ou “centavos de sangue”.

A série estreou no dia 9 de maio de 2014 no Showtime OnDemand, e logo depois, no dia 11 de maio no canal Showtime. A série passou a ser transmitida no Brasil no dia 13 de junho de 2014 pelo canal pago HBO.

 

Mencionados:

Assista Penny Dreadful online

Le Théâtre du Grand-Guignol

Youtube:

Sweey Todd (BBC)  2006  (tem torrent e legenda)

O Teatro Bizarro (2011) 

Perfume – A História de um Assassino

Anime Kuroshitsuji

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

Projeto "6 Películas Para no Dormir"

 

Como prometido em nossa última leitura de feedback, resolvemos continuar o projeto de publicação da sua opinião, amigo leitor / ouvinte,  em um podcast sobre uma produção estrangeira do gênero fantasia/terror e,  assim,  divulgar para todos os fãs do cinema fantástico a série pouco conhecida e dirigida por grandes cineastas espanhóis ,”6 Películas Para No Dormir”.

O formato do podcast será no mesmo estilo do que fizemos em “Masters Of Horror”, a única diferença é que a duração dos áudios  enviados será um pouco maior, 10 minutos para cada um explicar para os amigos a sua percepção e opinião sobre a obra escolhida.

Acesse os podcasts do projeto Masters of Horror: (acesse a postagens original para ver os colaboradores!)

Parte 1:

Parte 2:


Um casal com um bebê recém nascido se muda para um casarão que acabara de adquirir. É uma estupenda casa antiga mas totalmente reformada, o lugar ideal para começar uma verdadeira vida familiar. O casal instala também um aparato de escuta no quarto da criança. É de última tecnologia. Não só podem escutar a seu pequeno enquanto dorme, também podem vê-lo. Mas muito rapidamente descobriram que nessa casa habita alguém mais. Um filme que não apela para sangue jorrando ou efeitos especiais. Verdadeiro terror mental que não tem que recorrer a artifícios para captar toda nossa atenção. Cria tensão contínua, te prendendo no sofá. 
O primeiro episódio da série. A direção é do cultuado Álex de la Iglesia (de “Crimen Ferpecto”, “El Dia de la Bestia”, “Perdita Durango” e outros).

 ‘LA CULPA’  (Clique para Baixar)

LA CULPA

Ana é uma ginecologista que vive numa pequena cidade e divide o seu trabalho entre o hospital público e o consultório privado que tem em sua casa, onde realiza abortos clandestinos. Quando uma jovem enfermeira e mãe solteira, Glória, vai trabalhar para o mesmo hospital, Ana acolhe-a e à criança, Vicky, em troca de ajuda no consultório.
Mas um rol de acontecimentos estranhos começa a amedrontar Glória.

Para complicar, Glória engravida inesperadamente, vendo-se impelida a abortar. 
De repente, Vicky começa a comportar-se de forma muito estranha, o pânico aumenta, será que estão na presença de algo sobrenatural?

Direção de Narciso Ibañez Serrador

‘CUENTO DE NAVIDAD’ (Clique para Baixar)
CUENTO

Em uma tarde durante o Natal de 1985, em uma cidade típica de veraneio, cinco amigos, ao estilo ‘Goonies’, encontram uma mulher ferida em uma profundo buraco no bosque. Logo descobrem que essa pessoa é uma ladra fugitiva, segundo a polícia e o noticiário da TV, o que os motiva a chantageá-la em troca de sua liberdade. Misturando a nostalgia dos anos 80 (como Karatê Kid ou walkie talkies) com filmes ‘B’ de zumbis, ‘Conto de Natal’  teve a direção de Paco Plaza.

Como curiosidade, a garota da turma é interpretada por Ivana Baquero, que veio se destacar em “El Laberinto del Fauno”.

‘Regreso a Moira’  (Clique para Baixar)

regresso a moira

Alejandro é um escritor idoso e está voltando à pequena vila onde nasceu e oi criado. Chegando lá, Alejandro relembra um momento doloroso de seu passado. Quando criança, conheceu uma mulher misteriosa que vem tentando esquecer desde então. Uma mulher de beleza selvagem, que segundo rumores, tinha caso com um homem e fora condenada pela vila por seu suposto adultério.
Mas Alejandro estava totalmente apaixonado por ela. Ainda hoje, ele está envolvido em suas lembranças, e de repente ele a vê virando a esquina. 
Parece loucura, mas é ela, e ele descobre que a mulher de sua infância, que continua igual quando a viu pela primeira vez~, estava a sua espera…
Direção de Mateo Gil, que tem em seu currículo os roteiros de  Ágora, Mar Adentro e Abre Los Ojos só para mencionar.
‘Adivina Quien Soy?’  Clique para ver o trailer
adivina
Estrella, uma garota de dez anos, vive com sua mãe desde que seu pai morreu quando ainda era pequena. Ela é uma criança alegre e sociável, mas passa muito tempo sozinha em casa. Tempo demais. Estrella adora histórias de fantasia e terror e, para exorcizar seu medo dos “grandes monstros”, ela faz amizade com eles. E eles têm um corpo, falam com ela, vão à escola com ela e a protegem. Um dia, Estrella faz amizade com um novo companheiro: um vampiro… 
Mas será que esse novo amigo é mesmo apenas um amigo imaginário?
Direção de Enrique Urbizu.
‘Para Entrar A Vivir’ (Clique para Baixar)
PARA ENTRAR
Madrid. Num dia de chuva, Clara e Mario deslocam-se de carro para visitar um apartamento. Mais um, pois já viram muitos e ainda não encontraram aquele que realmente desejam. Desde que souberam que iam ter um bebê procuram uma casa um pouco maior mas, desta vez, a agência assegurou-lhes que este apartamento era o mais indicado para o jovem casal.
As primeiras impressões não são as melhores. O apartamento, como todos os outros daquela zona, parece estar abandonado e vazio, com uma atmosfera algo mórbida. Mas são informados que duas famílias já se mudaram para lá, para o primeiro e segundo andares, algo que os tranqüiliza. Sobem ao terceiro andar, entram no apartamento e percebem que fizeram algo que nunca deveriam ter feito. Todo o edifício é uma verdadeira armadilha, tal como a teia de uma aranha que só se vê quando já não se pode escapar. O local ideal para sentirem os piores pesadelos. Dirigido pelo catalão Jaume Balagueró, diretor da franquia REC.

É isso. Contamos com a colaboração de vocês para deixar mais esse registro aqui no Cine Masmorra!

peliculasparanodormir

Procure no Twitter @AngelMasmorra ou no Facebook Angélica Hellish

A seguir, um pouco sobre como foi criada essa produção original da TV espanhola:

Esta série marcou a ascensão de Narciso Ibáñez Serrador à fama .

Ele já havia trabalhado na TVE desde 1963 , dirigindo várias séries anteriores como Estudio 3 e Mañana puede serviços verdad , mas esta foi a obra que o tornou famoso para o público espanhol . Cobriu um gênero , quase desconhecido no cinema ou na televisão espanhola.

A primeira temporada foi iniciada com o capítulo intitulado El cumpleaños ( O Aniversário ) em fevereiro, o quarto de 1966. Foi o único capítulo filmado em 16 milímetros, já que o resto da série foram gravados em VTR . Foi uma adaptação de um conto de Fredric Brown.

O resto da série viu histórias originais escritas por Serrador , como La Alarma (The Alarm) ou La Bodega (The Winery ) ou roteiros adaptados de contos de Ray Bradbury, Edgard Allan Poe e outros, em capítulos como La Espera ( The Waiting Time) , El cohete ( o foguete ) ou El pacto ( The Deal ) , o último adaptado de Poe os Fatos no Caso do Sr. Valdemar . Embora o capítulo mais importante da primeira temporada foi El asfalto ( The Asphalt ), vencedor do Golden Nymph para o melhor roteiro no Festival de Televisão de Monte- Carlo. Foi o primeiro prêmio internacional alguma vez ganho por Televisión Española .

A segunda temporada foi ao ar 1967-1968 e ele só teve 8 episódios : La pesadilla ( The Nightmare ), La Zarpa (The Paw, versão de Paw WW Jacobs do macaco) , El Vidente ( O Vidente ) , El Regreso ( O Retorno ) , El Cuervo (The Raven, episódio especial dedicado a biografia de Edgard Allan Poe ), La promesa ( a Promessa ) , La casa (The House) e El Transplante ( o transplante ) . A série seria abandonado quando Serrador começou a filmar seu primeiro filme de longa-metragem La residencia .

Após o final da segunda temporada , Ibáñez Serrador planejou uma nova série que teria sido intitulado Historias para la noche ( Histórias para a noite) que contêm mais profundo mais contos intelectuais. Um episódio piloto foi feito em 1970, que não seria aprovado. Por isso , ele fez em 1972 um parágrafo especial Historias intitulado El lobo (The Wolf) . Em 1974 , ele iria filmar outra emissão especial , a primeira em cores, intitulado El televisor (o televisor ) . Depois, com o sucesso de Un , dos, tres … responda otra vez e seu segundo longa-metragem , ¿Quién puede matar a un niño? , Ele não iria voltar para Historias para no dormir por anos.

Em 1982, Serrador começa a terceira e última temporada oficial de Películas Para No Dormir , o que só poderia conter quatro capítulos em cores. Os capítulos foram Freddy, El caso del señor Valdemar ( refilmagem de cor de primeira temporada El pacto ( The Deal ) , com os mesmos atores nos mesmos personagens 15 anos depois ) , El fin empezó ayer (The End começou ontem , remake de um capítulo de uma série anterior, Mañana puede serviços verdad ) e El Trapero ( O Junkman ) . Uma vez que o orçamento era muito baixo, todos os capítulos foram gravadas em vídeo , ea equipe só tinha 24 horas para cada capítulo , assim que a qualidade ficou danificado . Esta temporada não teve sucesso e foi cancelada após quatro episódios .

Em 2000, uma nova temporada de Películas Para No Dormir foi anunciada, e como uma prévia , El televisor foi retransmitido como um lançamento por Chicho . Essa visualização seria a única coisa que se sabe da temporada , já que meses e anos se passaram e o projeto nunca foi realizado.

Meses depois, em 8 de Junho de 2001, em uma entrevista no programa espanhol Versión española que era para transmitir o seu filme ¿Quién puede matar a un niño? , Chicho disse que o projeto foi cancelado porque queria novos diretores para cada um dos episódios , porque ele não queria dirigir todos os episódios como ele fez no passado. Como ele não conseguia encontrar diretores interessados no projeto, ele cancelou a temporada.

A série foi lançada em DVD com um pacote de 6 discos . Mais tarde, em 2008, um outro pacote com mais dois discos foi lançado. Apesar disso , a série completa nunca foi lançada em DVD , principalmente porque muitos capítulos são perdidos ou ausentes em cofres da TVE .

Cast TV premiere
La habitación del niño Álex de la Iglesia Javier GutiérrezLeonor WatlingSancho GraciaMaría AsquerinoTerele Pávez,Eulalia RamónCesáreo EstébanezGracia OlayoAsunción BalaguerAntonio Dechent 12.01.2007
Para entrar a vivir Jaume Balagueró Macarena GómezNuria GonzálezAdrià ColladoRuth Díaz 19.01.2007
La culpa Narciso Ibáñez Serrador Nieve de MedinaMontse MostazaElena de FrutosAlejandra LorenzoMariana Cordero 27.09.2009
Cuento de Navidad Paco Plaza Maru ValdiviesoChristian CasasRoger BabiàDaniel CasadellàPau PochIvana BaqueroElsa PatakyLoquillo 25.10.2009
Adivina quién soy[2] Enrique Urbizu Goya ToledoNerea InchaustiJosé María PouAitor MazoEduard Farelo 25.10.2009
Regreso a Moira Mateo Gil Juan José BallestaNatalia MillánJordi DauderMiguel RellánJosé Ángel Egido,David ArnanzVictoria Mora 27.09.2009

Batendo Papo na Masmorra #29 O Palhaço, Viagens no Tempo, Teoria do Caos

Mais uma vez trazendo recomendações de filmes, séries e muito mais!

E nesse Batendo Papo na Masmorra,  Angélica Hellish convidou os amigos Marcos – O Gênio do Mal do Internet Discada, Edu Aurrai do Sexta Meia Noite, Tremyen do Podtrash e nosso colaborador Daniel Volponi

E você? O que andou assistindo? Comenta aí!

Assine nosso feed! http://feeds.feedburner.com/CineMasmorraPodcast

Banner de Barão do Red Baron Blues Blog

* Faltam 11 seguidores para #666 ! Siga o nosso perfil oficial  @Masmorra_Cast  nós gravaremos um podcast especial com as melhores representações do demônio do cinema, junto com o Apocalipse 2000

Filmes / Séries citados:

O Palhaço

Perguntas Mais Frequentes Sobre Viagem no Tempo

Efeito Borboleta

Série American Horror Story

Inferno no Pacífico

Projeto Masters of Horror

Películas Para No Dormir

Prayer Beads

PARA FAZER DOWNLOAD, CLIQUE AQUI E SELECIONE SALVAR LINK COMO
NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

Masmorra no Twitter e no Facebook 

Horror e Medo com o fim do Mundo?

Como é sabido por todos, existem rumores que o mundo explodirá ao término deste ano. Ao menos é o que os Maias escreveram numas pedras por aí e uma galera esquisitona comprou e está revendendo para a humanidade. E muitos trouxas – no sentido Harry Potter de ser – acreditaram e estão esperando que o Reagan e Gorbachev reencarnem num duelo mortal com invasões de plantas carnívoras, regado com terremotos e algumas bombinhas nucleares.

E como a The Dark One Productions adota o improvável ridículo como filosofia de entretenimento – afinal falamos de filmes trash, melhor nós os executamos –  resolvemos compilar para vocês os 5 filmes mais bizarros sobre o fim do Mundo. Então botem para tocar o vídeo do REM e leiam a lista:
Continuar lendo

Trash em forma de boneco

Horror! Medo! Desespero!

O dia das crianças passou para a grande maioria das pessoas. Mas para outros, o terror está presente sempre. Principalmente para os espectadores de cinema podreira onde o enredo se desenrola a partir de sangue, bonecos e facas.

E a tosquice mais famosa de todas é o Child’s Play, conhecido aqui no Brasil como Brinquedo Assassino do brilhante diretor Tom Holland (A Hora do Espanto). E neste filme de terror – se é que um boneco “good guy” aterroriza alguém – temos um assassino que faz uso de seus conhecimentos arcanos de Magia Negra para transferir sua alma para um boneco e se salvar de um tiro mortal. Mas mesmo em corpo de boneco, o assassino resolve manter seu bodycount de assassinatos. E não se esqueçam, don’t fuck with the Chuck!

Continuar lendo

Da série: Gravei um podcast sobre, e esqueci! Episódio 1 – Epitaph ( Gidam ) Coreia do Sul, 2007

 

 

 

Em Outubro de 1979, o Hospital Anseong está prestes a ser demolido.O Dr. Park Jeong-nam (Jeong) revê um álbum de fotografias resgatado do edifício, e as imagens reavivam-lhe memórias do passado, transportando-o a quatro estranhos dias de Fevereiro de 1942, altura em que era estagiário naquele hospital. Sobrepõem-se três histórias, confluindo para o necrotério.
A primeira, parte do cadáver de uma jovem que se suicidou (Yeo); a segunda, concentra-se numa criança traumatizada, única sobrevivente de um acidente que vitimou toda a família (Go); e a última, num casal de cirurgiões (Kim Tae-wu e Kim Bo-gyeong).

O cinema de terror coreano tem trazido ocasionais propostas interessantes.
Ainda hoje é comum referirem-se «Memento Mori» (1999) e «A Tale of Two Sisters» (2003) como os melhores filmes de terror produzidos na Coreia do Sul nos últimos anos, dada a falta de títulos fortes.
«Epitaph» poderia yer dado errado, tendo em conta o ponto de partida de uma estrutura narrativa pós-moderna, que começa no “presente”, 1979, vai até um dia de 1942 e depois apresenta três histórias – interligadas e sobre o mesmo cenário, o Hospital Anseong – em ordem cronológica invertida. Quando a primeira termina, uma legenda anuncia: “Um dia antes”.
No entanto, esta opção narrativa não é apenas desejo de fundir nossa cuca por dos realizadores.
Na medida em que a inversão da cronologia natural não pretende explicar ou rever elementos já apresentados, assinala o início de narrativas que são, afinal de contas, paralelas às que se apresentam depois.

Algumas opções de montagem podem parecer estranhas ou, no mínimo, irregulares.
As personagens centrais à segunda e terceira história são como que removidas da história antes de chegar a altura de entrarem em cena.
Quando avançamos na narrativa, esses momentos são contextualizados com a presença dos que antes estavam escondidos.
A divisão em três capítulos, se assim se pode dizer, quase sugere estarmos perante um filme por segmentos, mas mantém-se a unicidade narrativa centrada na personagem de Jeong-nam (interpretado por Jin Gu, quando jovem), que abre e encerra o filme em 1979 e está presente na acção situada 37 anos atrás, ainda que seja a personagem central de apenas uma das histórias.
Os fantasmas marcam presença, sendo a característica mais saliente do filme – se o quisermos categorizar num sub-género do terror – , mas existe também uma vertente de assassínio em série, a desenvolver no segmento final.


Ainda que a ação decorra em épocas importantes da história recente da Coreia, as características dos períodos não são essenciais em termos narrativos, sendo inclusive tratadas com casualidade. A história inicia-se em Outubro de 1979, no mesmo mês em que o ditador Park Chung-hee [Park Jeong-hui] foi assassinado, e é reencaminhada para uma altura em que o país estava sob o domínio do Japão.
Apesar de uma das linhas narrativas envolver um assassino em série que, aparentemente, tem como alvo apenas soldados japoneses, não existe intenção expressa de vincar noções de patriotismo nem personagem alguma insinua, sequer, desejo de resistência face à potência ocupadora. Mais do que isso, Akiyama (Kim Eung-su), o oficial japonês que investiga os homicídios, é a face da Lei e uma figura do Bem.

Apesar da “casualidade” narrativa, não há inocência dos realizadores (e roteiristas) ao situarem um filme de horror em duas épocas da História recente da Coréia em que a liberdade da população esteve cerceada – primeiro, pela ocupação de uma potência estrangeira que procurou a aculturação da população ocupada, patente, por exemplo, na obrigação da utilização de nomes japoneses por parte dos cidadãos coreanos; depois, pelo regime ditatorial de Park, que continuaria com Chun Du-hwan até 1988.

No seu primeiro longa-metragem, os Irmãos Jeong demonstraram segurança e domínio da linguagem de género, evitando enveredar por caminhos previsíveis.
A componente visual, sobretudo a nível da composição, é também marcante, com algumas imagens muito belas, incluindo a ilustração de sonhos e visões. Poderá surpreender que, tal como os realizadores, também o compositor e o diretor de fotografia, Yun Nam-ju, não tenham créditos anteriores em longas-metragens.
Juntam-se dois ou três momentos realmente arrepiantes e eis que temos um filme de terror que não se pode deixar de recomendar aos fãs do género.

Gidam [Epitaph] (Clique aqui, e assista o trailer)
기담
Realizado por Irmãos Jeong [Jeong Sik & Jeong Beom-sik]
Coreia do Sul, 2007 Cor – 107 min.
Com: Kim Tae-wu, Kim Bo-gyeong, Lee Dong-gyu, Jin Gu, Go Ju-yeon, Kim Eung-su, Ye Su-jeong, Yeo Ji, Jeong Ji-an, Choi Jae-hwan; Participações especiais: Jeon Mu-song, Park Ji-a, David Lee McInnics, Eom Ji-won
Gênero: Drama/Horror/Crime

O Dia da Besta (El Día de la Bestia, 1995), Álex de la Iglesia

E se alguém descobrisse uma maneira de enganar o próprio diabo e assim evitar o apocalipse sobre a Terra? Foi exatamente o que aconteceu ao padre Angel. De posse de informações cruciais, ele sai determinado a encontrar o demônio e impedir o nascimento do Anti-Cristo. E é partindo dessa estranha premissa que Álex de La Iglesia nos apresenta uma das comédias mais engraçadas e inteligentes dos últimos tempos: El Dia de La Bestia.

Continuar lendo

Masmorracast # 04 – Terror no Cinema!

masmorra cast 4
Neste Podcast,Angélica Hellish e Marcos Noriega conversam sobre as origens do Cinema de terror e a atração que o ser humano tem pelo gênero.Dão dicas de bons filmes para quem quer conhecer e explorar o assunto com mais profundidade.
Comentem!Seu comentário é muito importante!
Mandem emails para: contato.cinemasmorra@gmail. ou deixem mensagens de voz pelo G-Talk!
Abraços da Masmorra…

NOVO FEEDhttp://www.podcastgarden.com/podcast/podcast-rss.php?id=7567 Assine  e conheça todos os nossos podcasts

PARA FAZER DOWNLOAD CLIQUE AQUI COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE E SELECIONE SALVAR LINK COMO

Masmorra no Twitter e no Facebook